Velório de ciclista atropelado por ônibus é marcado por homensagens

Família anuncia manifestação para próxima terça-feira

Manaus– O corpo do ciclista Saulo Alves Ferreira, 33, atropelado por um ônibus, no último dia 13 de julho, na Avenida Brasil, bairro Compensa, foi enterrado na tarde deste domingo (1). Familiares e amigos prestaram homenagens a vítima.

Saulo foi atingido por um ônibus da linha expresso coroado, passou 18 dias internado no Hospital e Pronto Socorro João Lúcio e morreu na noite de ontem (31). A mãe do jovem, que também era representante comercial, Socorro Ferreira, relatou que seu filho morreu por falta de atendimento adequado.

Mãe da vítima. Foto: Nayni Castelo Branc/GDC

“Meu filho não era pra ter vindo a óbito como ele veio se tivesse sido tomada todas atitudes necessárias pro caso dele. Meu filho foi jogado dentro de um hospital, em que chegou 16h e só foi atendido 22h.

A vítima deu entrada no hospital com um fratura grave na bacia. Segundo a mãe, ele contraiu uma bactéria e a situação se agravou consideravelmente.

blank

Foto: Reprodução

O velório e cortejo do ciclista foi marcado por homenagens. Um grupo de ciclistas, além de veículos, durante o trajeto até o cemitério, pararam no local em que Saulo foi atropelado e fizeram uma oração, em seguida, seguiram para o cemitério Nossa Senhora de Aparecida, no Tarumã, zona oeste da capital.

Família não recebeu apoio da empresa de ônibus

O advogado da família, Paulo Sérgio Oliveira, informou que na semana do acidente a família procurou a empresa, mas não obteve nenhuma resposta.

“Na semana seguinte, eu constantes a empresa, eles ficaram de retornar, mas sem sucesso, somente no dia da manifestação eles aceitaram uma conversa com a família e lá prometeram prestariam auxílio necessário a recuperação, quando o Saulo seria transferido, o advogado da empresa me ligou dizendo que eles não prestariam assistência”, explicou o advogado.

blank

Foto: Nayni Castelo Branco/GDC

Uma ação de danos será ajuizada contra a empresa do ônibus. Com a relação ao hospital onde Saulo ficou internado, o prontuário dele foi solicitado para que seja avaliado se todos os procedimentos foram feitos de foram adequada.

Manifestação

Na próxima terça-feira (3), a partir das 20h, a família e amigos estão estão organizando uma manifestação para pedir justiça pela morte de Saulo.

O ato vai começar na Avenida Djalma Batista e vai seguir até o local do acidente, na Avenida Brasil, onde uma Grost Bike será colocada.

Veja vídeo do acidente:

Anúncio