Vieiralves: Zona Azul passa a valer com cobrança, nesta quarta

O sistema rotativo funciona de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 18h, e aos sábados, das 8h às 17h

Manaus – Funcionando em caráter educativo desde o dia 15 deste mês, o sistema Zona Azul passa a valer com cobrança, a partir desta quarta-feira (22), no Conjunto Vieiralves, bairro Nossa Senhora das Graças, zona centro-sul da cidade. Com o estacionamento rotativo, as vagas são democratizadas, já que todos podem utilizar os estacionamentos, não apenas lojistas e moradores, como se via antes. O resultado é o aumento do fluxo de clientes, aquecimento do comércio, além de um trânsito mais fluído e organizado.

Para a empresária Cláudia Diniz, a chegada do Zona Azul vai democratizar o uso do espaço urbano. “Não adianta você ter um local bonito, internamente bem estruturado, se não houver estacionamento para o cliente. O Zona Azul é legal para organizar as vagas, principalmente no Vieiralves, uma área que tem crescido muito”, disse.

Zona Azul passa a funcionar, nesta quarta-feira (22), no Vieiralves (Foto: Divulgação)

Funcionamento

Nesta primeira etapa de implantação, são 649 vagas disponíveis, nas ruas Pará, Rio Javari, Rio Içá, Rio Jutaí, Rio Purus, Rio Madeira, Rio Mar, Rio Juruá, Rio Itannana, Nova Palma, Rio Tarauaca,Rio Jamary e Rio Pauini (no perímetro entre as ruas João Valério e Cuiabá).

O sistema rotativo funciona de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 18h, e aos sábados, das 8h às 17h. Aos domingos e feriados não há cobrança. O Zona Azul tem tolerância de 15 minutos, mas não se trata de gratuidade. Esse é o tempo máximo estipulado para o motorista regularizar o estacionamento, com a compra de créditos, sob pena de receber um aviso de irregularidade.

Assim como no Centro, o Zona Azul no Vieiralves funciona com cobrança de taxa de R$ 2,45 por hora. Os créditos podem ser comprados pelo aplicativo, disponível gratuitamente nas lojas Google Play e App Store, pelo site ou ainda em postos de venda.

Irregularidades

Quem ficar com o veículo estacionado sem o pagamento da tarifa ou ultrapassar o limite de três horas na mesma vaga, receberá aviso de irregularidade. Após a notificação, o motorista deve efetuar o pagamento referente ao estacionamento pelo site, no aplicativo, com algum dos monitores ou na sede do Zona Azul.

O Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU/Trânsito) é o órgão responsável por fiscalizar e autuar o condutor que parar irregularmente na área do Zona Azul. Conforme o Código Brasileiro de Trânsito (CTB), estacionar em desacordo com a regulamentação é uma infração grave, com multa de R$ 195,23 e perda de cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação.

Anúncio