Zona Azul volta a operar no Vieiralves com necessidade de ajustes

Algumas vagas, principalmente em vias mais estreitas e também em imóveis com estacionamento precisam de adaptação

Manaus –  No primeiro dia de funcionamento do serviço Zona Azul na área do conjunto Vieiralves, bairro Nossa Senhora das Graças, na zona centro-sul de Manaus, nesta segunda-feira (8), durante a fiscalização, as equipes da Diretoria de Mobilidade Urbana e Transportes da Ageman conversaram com lojistas, usuários e identificaram a necessidade de promover ajustes na localização de algumas vagas, principalmente em vias mais estreitas e também em imóveis com estacionamento.

(Foto: Divulgação)

“É importante estarmos aqui nesse primeiro dia para acompanhar como os usuários estão se comportando nesse início de cobrança e até mesmo poder esclarecer aos comerciantes o funcionamento do serviço. Quanto aos ajustes, esses fazem parte do processo de implantação”, afirmou o diretor-presidente da Ageman, Elson Ferreira.

O Zona Azul voltou a operar no Vieiralves após dois anos e meio de suspensão. Na época, o serviço ficou paralisado em decorrência da pandemia da Covid-19 e depois por necessidade de melhorias no sistema utilizado pelo aplicativo.

Atualmente, o serviço oferece 3,4 mil vagas, sendo 2,2 mil no centro de Manaus e outras 1,2 mil no conjunto Vieiralves. O serviço Zona Azul é operado pela empresa Amazônia, Tecnologia de Trânsito da Amazônia, detentora da outorga do serviço, conforme contrato nº 014/2015 – celebrado com o município de Manaus.

O sistema Zona Azul começou a funcionar em Manaus com tarifa de R$ 2,45 a hora, podendo o usuário permanecer no máximo até três horas na mesma vaga.

Os créditos para o serviço podem ser adquiridos por meio do aplicativo Zona Azul Manaus, site nos postos de venda autorizados ou ainda com os monitores.

A Ageman reforça que os usuários podem reportar a sua Ouvidoria os problemas referentes ao Zona Azul pelo WhatsApp 98842-5821 ou pelo 0800-092-3511.

Anúncio