Servidores do Inpa criticam regimento que extingue coordenação de pesquisa

Os servidores enviaram uma carta ao ministro de Ciência, Tecnologia e Inovações, Paulo Cesar Alvim

Manaus – Mais de 70 pesquisadores e técnicos do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) enviaram ao ministro de Ciência, Tecnologia e Inovações, Paulo Cesar Alvim, uma carta pedindo a revogação do novo regimento interno do órgão, feito transparência e sem diálogo com a comunidade científica.

Fachada do Inpa (Foto Eduardo Gomes/Acervo Inpa)

Previsto para entrar em vigor o próximo dia 5 de outubro, o novo regimento extingue a Coordenação de Pesquisa em Tecnologia e Inovação (Cotei).

A carta enviada ao MCTI, tem o apoio do Sindicato dos Servidores Públicos Federais do Amazonas (Sindsep-AM), que lamenta o processo de sucateamento do Inpa ao longo dos últimos anos. O documento critica ainda a alteração no nome da Coordenação de Pesquisas em Sociedade, Ambiente e Saúde (Cosas) para uma “inadequada e fantasiosa denominação de bem estar social”.

Prestes a completar 70 anos, o Inpa conta com a atuação de 500 estudantes de doutorado e mestrado, em nove cursos de pós-graduação, além de um quadro de 173 pesquisadores, sendo mais do 60% em abono de permanência, podendo se aposentar a qualquer momento.

Anúncio