Expedição de educação ambiental atinge mais de três mil pessoas na Amazônia

Terceira expedição do barco do projeto “Protegendo a Vida na Amazônia visitou quatro cidades e 28 comunidades ribeirinhas

Manaus – A Tetra Pak realizou no a terceira expedição do projeto “Protegendo a vida na Amazônia”, no rio Uatumã e em outros afluentes do Rio Amazonas. Com o apoio de um barco regional totalmente customizado, a ação de educação ambiental percorreu 28 comunidades ribeirinhas e quatro municípios, atingindo diretamente mais de 3.200 pessoas que vivem na região.

O projeto, realizado em parceira com a Eletrobras Amazonas Energia, por meio do Centro de Preservação e Pesquisa de Mamíferos Aquáticos (CPPMA), que coordenou a expedição, tem o objetivo de levar informações sobre a preservação da fauna regional.

Segundo Stella Maris Lazzarini, médica veterinária e coordenadora do CPPMA, a principal mensagem transmitida foi sobre a preservação dos peixes-bois da Amazônia, que estão ameaçados de extinção, e a caça destes animais que prejudica a biodiversidade e o próprio ribeirinho. “Atualmente mais de 50 peixes-bois vivem no CPPMA, eles foram resgatados em situações de caça e foram reabilitados para que possam retornar à natureza. No entanto, a comunidade precisa ser conscientizada antes desta reintegração”, completa Stella.

Além de assistir palestras e participar de atividades lúdicas, a população recebeu cartilhas informativas, revista em quadrinhos e brindes do projeto, como camisetas, bonés e miniaturas de peixes-bois de pelúcia. A expedição também buscou o apoio das prefeituras dos municípios da região.

Uma Carta de Compromisso pelo futuro da Amazônia já foi assinada pelos prefeitos dos municípios de Urucará, São Sebastião do Uatumã e de Silves.

Conforme Fernando von Zuben, diretor de meio ambiente da Tetra Pak, em novembro deve ser realizada mais uma expedição. “A próxima ação será enriquecida com cursos especiais para professores se capacitarem para tratarem o assunto da preservação do meio ambiente e dos resíduos sólidos com as crianças da região”, destaca Fernando.

 

Anúncio