No Tarumã, dupla mata tucano para comer e é presa pela Polícia Militar

A Delegacia do Meio Ambiente deve abrir inquérito para determinar a pena dos acusados.

Manaus – Pedro Paulo Assis, de 25 anos, e Wangberg de Oliveira Lima, 20, foram detidos pela Delegacia Especializada em Meio Ambiente (DEMA) nesta sexta-feira, dia 03 de dezembro, por matarem dois animais silvestres e porte ilegal de arma, no bairro Tarumã, zona oeste de Manaus. Conforme o Artigo 29 do código ambiental brasileiro, além de pagar multa, a dupla pode ficar detida por até um ano. Os acusados afirmam que estavam com fome e queriam apenas se alimentar.

Segundo a DEMA, populares denunciaram a dupla por estarem fazendo disparos nas matas do Tarumã. Pedro Paulo e Wangberg foram detidos enquanto esperavam o ônibus na avenida do Turismo. Junto com eles foi encontrado duas espingardas calibre 20, um tucano, ave ameaçada de extinção, e um socó. O tucano estava com o bico cortado.

De acordo com a DEMA, apesar dos dois acusados afirmarem que mataram os animais para comer, a dupla será enquadrada sob crime ambiental, pois não possuem licença para caça.

Em própria defesa, Pedro e Wangberg relatam desconhecer a exigência.

A Delegacia do Meio Ambiente deve abrir inquérito para determinar a pena dos acusados.