Cheio de técnicas, Caprichoso surpreende na primeira noite do Festival de Parintins

“Foi um boi técnico e ao mesmo tempo animado”, disse o presidente do Boi Caprichoso, Babá Tupinambá. ‘Boi da estrela’ será o primeiro a se apresentar no Bumbódromo neste sábado (29), a partir das 20h

Parintins – Com o tema ‘Mátria Brasilis: do caos a utopia’, o Boi Caprichoso fez a sua primeira participação no 54° Festival Folclórico de Parintins, na madrugada deste sábado (29), na arena do Bumbódromo.

Um módulo alegórico representando ‘Yebá’ iniciou a apresentação do ‘boi da estrela’, que levou para a arena a porta-estandarte Marcela Marialva.

Uma grande alegoria se formou para a apresentação da lenda amazônica ‘Mura-pirahã, as três preces de esperança’, que revelou a cunhã-poranga Marciele Albuquerque.

Caprichoso fez a sua primeira participação no 54° Festival Folclórico de Parintins com o tema ‘Mátria Brasilis: do caos a utopia’ (Foto: Divulgação)

O ‘pop da selva’, Arlindo Júnior, também participou do espetáculo ao cantar a toada ‘Pesadelo dos Navegantes’, que marcou a sua trajetória no bumbá azul e branco.

A alegoria de exaltação folclórica se transformou num grande folguedo e trouxe para a evolução do espetáculo a estrela da festa, o Boi Caprichoso, além do amo do bumbá, Prince do Boi, e a sinhazinha da fazenda, Valentina Cid, que surpreendeu a todos com a transformação de seu vestido, saindo de uma homenagem ao bumba-meu-boi para um vestido em tons de azul e branco.

A gigantesca alegoria representando o mateiro da Amazônia levou a estreante rainha do folclore, Cleise Simas, para a sua evolução. Davi Kopenawa, líder dos Yanomami, também participou do espetáculo azul e branco.

O ritual indígena Hekurawetaris trouxe o pajé Netto Simões para a sua evolução, com uma indumentária que revelava três serpentes. Ao som de Waiá-Toré, ele encerrou a primeira noite do Festival de Parintins 2019.

O presidente do Boi Caprichoso, Babá Tupinambá, saiu orgulhoso da apresentação. “A missão do primeiro dia foi cumprida. Foi o dia em que tivemos mais alegorias e isso nos deixou um pouco preocupados. Mas, graças a Deus, deu tudo certo. Foi um boi técnico e ao mesmo tempo animado”, disse.

O Caprichoso é o primeiro boi a entrar na arena do Bumbódromo neste sábado (29), a partir das 20h.