Rede de jovens vinculada à ONU abre vagas para voluntários na Amazônia

As vagas são para atuar nos grupos de trabalho da SDSN Jovem Amazônia, rede que busca envolver a juventude na Agenda 2030 da ONU

Manaus – Com o objetivo de mobilizar jovens interessados em contribuir para a construção de um futuro sustentável para a região amazônica, a Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável Jovem da Amazônia (SDSN Jovem Amazônia), secretariada pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS), está com inscrições abertas para voluntariado em diversas áreas. Os interessados podem se cadastrar até o dia 31 de outubro, preenchendo o formulário correspondente à vaga pretendida no link: apptuts.bio/sdsn-amazonia.

(Foto: Divulgação)

As vagas são direcionadas para quatro Grupos de Trabalho (GT): Engajamento Acadêmico, Operações Amazônicas, Mudanças Climáticas e Comunicação. Podem se inscrever candidatos entre 18 e 30 anos, estudantes de graduação ou profissionais de qualquer área, com conhecimento sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e experiência de trabalho profissional ou voluntário em equipe, entre outros requisitos.

A SDSN Jovem é uma divisão da Rede SDSN, vinculada à Organização das Nações Unidas (ONU), que busca envolver a juventude em ações significativas para a implementação da Agenda 2030, um conjunto de 17 objetivos e 169 metas de desenvolvimento sustentável. A iniciativa conecta jovens no mundo inteiro para trocar ideias, compartilhar experiências e colaborar para alcançar os ODS, além de apoiá-los na criação e replicação de soluções inovadoras.

Os voluntários da SDSN Jovem trabalham com um grupo diversificado de pessoas e organizações de impacto socioambiental para executar, criar e capacitar projetos relacionados ao desenvolvimento sustentável. Segundo a co-coordenadora da rede na Amazônia, Gabrielly Lima, os jovens se beneficiam com a experiência adquirida e contribuem para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária.

“As nossas oportunidades de voluntariado possibilitam aprendizados práticos em diversas áreas de atuação, além de contato com uma rede Global de jovens engajados nas pautas de desenvolvimento sustentável e Agenda 2030. Buscamos transformar os incômodos sociais da juventude amazônica em ações!”, afirmou uma das coordenadoras da SDSN Jovem Amazônia, Gabrielly Lima.

Antes de iniciar o trabalho, os voluntários selecionados passarão por um treinamento que será realizado em novembro, reunindo também o ecossistema de membros da rede. A duração do voluntariado é de seis meses no total, com um período de experiência de dois meses no início, podendo ser prorrogada conforme avaliação. Todas as horas trabalhadas serão contabilizadas para geração de um Certificado de Contribuição. Mais informações sobre as vagas podem ser obtidas através do e-mail: [email protected]

Sobre a SDSN Amazônia

A SDSN Amazônia é uma rede que visa integrar os países da Bacia Amazônica, engajando universidades, organizações não governamentais, centros de pesquisa, instituições governamentais e privadas, organizações multilaterais e sociedade civil para promover a resolução prática de problemas para o desenvolvimento sustentável da região.

A iniciativa faz parte da Rede de Soluções de Desenvolvimento Sustentável da ONU (UNSDSN), lançada em 2012 para mobilizar o conhecimento científico e tecnológico global sobre os desafios do desenvolvimento sustentável.

Anúncio