Corrupção na Susam coloca cabeça de secretários da Comissão Interventora na guilhotina

Informações de bastidores relatam que todos os membros da Comissão Interventora da Susam podem ser demitidos a qualquer momento

Manaus – Informações de bastidores relatam que todos os membros da Comissão Interventora da Secretaria de Estado de Saúde (Susam) podem ser demitidos a qualquer momento, pois o governo teme uma possível operação da Polícia Federal que envolva os secretários. Os membros atuavam diretamente nos processos contratuais da Susam, orientando a flexibilizar e facilitar condições para processos licitatórios. Nesta comissão, estaria Marcellus Campelo, atual secretário da Susam, Walter Siqueira Brito, representante da CSC, Rodrigo de Sá Barbosa, diretor do Detran/AM, entre outros.

Bastidos do Governo do Amazonas

Fonte confidencial afirma que a qualquer momento os secretários membros da Comissão Interventora da Susam podem ficar desempregados. Isso porque a comissão trabalhava em uma espécie de ‘segredo’ atuando diretamente nos contratos realizados pela secretaria após a imprensa divulgar a compra superfaturada de respiradores pulmonares em uma loja de vinhos.

Comissão Interventora

A existência da comissão interventora na Susam, já havia sido revelada pelo ex-coordenador de projetos básicos da Susam, Caio Henrique Faustino, durante depoimento na CPI da Saúde da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM). A ex-gerente de contas da Susam, Alcineide Figueiro Pinheiro, foi presa na deflagração da ‘Operação Sangria’ da Polícia Federal que investiga o superfaturamento na compra de respiradores pulmonares pelo governo do Amazonas. Em depoimento à PF, ela revelou a existência da comissão que em sua opinião, tinha o trabalho de interferir em processos licitatórios da Susam.

Secretários membros da comissão

Segundo Alcineide e Caio Henrique Faustino, faziam parte da Comissão Interventora da Susam, Marcellus Campelo, atual secretário de saúde do Amazonas (Susam), Walter Siqueira Brito, presidente do Centro de Serviços Compartilhados (CSC), Rodrigo de Sá Barbosa, diretor do DETRAN/AM, Flávio Antony Filho, da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS), Leandro Benevides da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (SEDECTI), Alex Del Giglio da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), entre outros diretores de órgãos e secretarias estratégicas do governo.

Esclarecimentos à CPI da Saúde

No dia 3 de agosto, a CPI aprovou o requerimento nº 71/2020, do deputado estadual Wilker Barreto, que solicita da Susam informações sobre a ‘Comissão Interventora’ instituída no âmbito da secretaria e que seja disponibilizado ata administrativa, criação, designação dos membros e também as atas de reuniões realizadas. Além disso, os parlamentares questionaram se os membros recebiam algum valor para participar da ‘comissão’.

Anúncio