De que Wilson Lima tem medo? Governo vai contratar aeronaves por R$ 26 milhões

Há pouco tempo, esta coluna denunciou que o Governo do Amazonas gastou nos últimos dois anos mais de R$ 12 milhões em contratos para aluguel de jatinho executivo e iate

Manaus – A saga do governo de Wilson Lima com a contratação de aeronaves e jatinhos executivos ainda não acabou. Nesta quarta-feira (17) foi realizado dois pregões eletrônicos para contratação de aeronaves que juntos, somam mais de R$ 26,5 milhões aos cofres públicos. Há pouco tempo, esta coluna denunciou que o Governo do Amazonas gastou nos últimos dois anos mais de R$ 12 milhões em contratos para aluguel de jatinho executivo e iate. O que os deputados esperam para aceitar o pedido de impeachment do governador? Estamos de olho, segundo o Portal E-Compras no próximo dia 25 deste mês será promovido mais um Pregão Eletrônico nº 085/2021 para contratação de aeronave utilitário executivo.

30 passageiros

Nesta quarta-feira (17) foram realizados dois pregões eletrônicos, nº 069/2021 e nº 072/2021, pelo Centro de Serviços Compartilhados (CSC) do Governo do Amazonas. O primeiro pregão visa a contratação de empresa especializada em locação de aeronave tipo EMB 120 ou Brasília Turbo Bimotor ou similar com capacidade para 30 passageiros e três tripulantes com combustível e piloto, para transporte estadual e interestadual destinado a atender as necessidades da Secretaria de Estado da Casa Militar.

15 passageiros

O segundo pregão é para contratação de empresa especializada em locação de aeronave tipo Bandeirante bimotor, turboélice ou similar com capacidade para 15 passageiros e dois tripulantes com combustível e piloto, para transporte estadual e interestadual destinado a atender as necessidades da Secretaria de Estado da Casa Militar.

Casa Militar

As duas licitações para aluguel de aeronaves se encerraram às 17h30. No Pregão Eletrônico nº 069/2021 a empresa ganhadora cobrou R$ 11,956 mil por hora de voo, com o valor total de R$ 17,216 milhões. No Pregão Eletrônico nº 072/2021 foi cobrado R$ 6,5 mil por hora, totalizando R$ 9,36 milhões. Juntos, custaram mais de R$ 26,57 milhões aos cofres públicos do Amazonas.

Inspeção Técnica

O interessante é que no final da disputa, foi solicitado pela CSC o endereço das empresas vencedoras para que seja realizado uma inspeção técnica no local. O endereço apresentado pelas ganhadoras dos dois pregões é o mesmo, da Rico Taxi Aéreo Ltda, localizada no bairro Tarumã, e que vai faturar em apenas um ano de licitação mais de R$ 26,5 milhões com serviços para a Casa Militar. O resultado final das licitações será divulgado no dia 25 de fevereiro, informando após a inspeção técnica, se a empresa foi aprovada ou não. Mas, de antemão, já é esperado que seja contemplada vencedora nos dois pregões eletrônicos.

Amazonas

Sem dó, o governo de Wilson Lima continua gastando recurso público com aluguel de aeronaves que estão custando milhões enquanto os trabalhadores estão diariamente na frente da Assembleia Legislativa do Estado (ALE) pedindo ajuda e auxílio financeiro aos comerciantes que se veem sem o salário de cada mês com o fechamento do comércio.

Jatinho executivo

Nos últimos meses, a Justiça Estadual vetou o Governo do Amazonas de contratar jatinho particular no valor de R$ 9,3 milhões, justificando que este não era o momento. Mas, a Casa Militar insistiu e abriu as inscrições no início de fevereiro para os Pregões Eletrônicos. Em apenas dois anos de gestão, Wilson Lima já gastou mais de R$ 12 milhões em aluguéis de três jatinhos executivos e iate.

***Jornalista e apresentador do AMAZONAS DIÁRIO

Anúncio