Detran vai gastar mais de R$ 54 milhões para imprimir CNH

Contrato beneficia, novamente, empresa de SP que já foi citada pelo ex-presidente do Detran do Mato Grosso, durante delação premiada

Manaus – Contrato realizado por meio de Pregão Eletrônico beneficia, novamente, empresa de São Paulo que já foi citada pelo ex-presidente do Detran do Mato Grosso, durante delação premiada em operação contra o crime organizado. Desta vez, para serviços de fotografia e emissão de carteira de trânsito, a Thomas Greg & Sons vai faturar mais de R$ 23,5 milhões com o Detran Amazonas. Em 2 de outubro, esta coluna denunciou licitação realizada pelo órgão onde duas empresas estão no mesmo edifício e faturaram mais de R$ 30 milhões.

Pregão Eletrônico

Em setembro, o Centro de Serviços Compartilhados (CSC) iniciou o Pregão Eletrônico nº 461/2020 para confeccionar Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Esse serviço foi dividido em três lotes. Na época, o Lote 1 não foi fechado, apenas o Lote 2 e 3 com as empresas O C Consultoria em Tecnologia Ltda no valor de R$ 18,5 milhões e IFD Consultoria Administrativa e Econômica Ltda por R$ 12,1 milhões. Segundo o CNPJ, as duas empresas estão no mesmo edifício, localizado no bairro Adrianópolis. As duas vão faturar mais de R$ 30 milhões com o Detran/AM.

CNH

Como o Lote 1 não foi fechado, a CSC abriu novamente a disputa e a vencedora do Pregão Eletrônico nº 788/2020 em serviço de fotografia para documentos emitidos pelo Detran/AM, foi a Thomas Greg & Sons Gráfica e Serviços no valor e R$ 23,5 milhões de reais.

Gasto desnecessário

Em serviços de fotografia, análise de documento, impressão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), as três empresas vão faturar junto ao Detran/AM, mais de R$ 54 milhões. O interessante é que a partir do ano que vem, a CNH pode ser digital. Além disso, o CRLV não é mais impresso em papel moeda, o proprietário do veículo pode imprimir em papel comum, formato A4. É necessário gastar todo esse recurso?

Amazonas

A Thomas Greg & Sons Gráfica e Serviços atua no Amazonas desde 2005 e possui contratos milionários com o Detran/AM. Em 11 de julho, o Grupo Diário de Comunicação (GDC) denunciou que o órgão firmou o quarto termo aditivo com a empresa no valor de R$ 5,7 milhões e depois, efetivou o quinto termo aditivo de R$ 11,5 milhões no contrato para confecção de CNH que foi prorrogado por mais 12 meses. Os dois termos aditivos, foram realizados no período da pandemia do novo coronavírus, assinados pelo diretor-presidente do Detran, Rodrigo de Sá Barbosa. Só no ano passado, no governo de Wilson Lima, a Thomas & Greg faturou mais de R$ 13,1 milhões em contratos com o Detran/AM.

Outros estados

Em 2018, a Thomas Greg & Sons Gráfica e Serviços foi citada durante delação do ex-presidente do Detran/MT, Teodoro Moreira Lopes, após deflagração da Operação Bereré em Mato Grosso (MT) pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco). A mesma empresa foi citada por um empresário que estaria tentando firmar acordo de delação premiada, acusando o ex-presidente do Detran/MT de saber mais sobre suposto esquema com a prestadora de serviço.

Anúncio