Governador, cadê os R$ 5 bilhões que o presidente Bolsonaro mandou para o Amazonas durante à pandemia?

Mesmo com todo esse recurso financeiro administrado pelo Governo do Amazonas, o Estado foi o que mais sofreu com a pandemia de Covid-19

Manaus – Para o enfrentamento da pandemia de Covid-19 no Brasil, o presidente da República Jair Bolsonaro, destinou recursos financeiros para todos aos municípios brasileiros. O Amazonas recebeu cerca de R$ 5 bilhões para fortalecer as ações de enfretamento ao novo coronavírus. Mesmo com todo esse recurso financeiro administrado pelo Governo do Amazonas, o Estado foi o que mais sofreu com a pandemia de Covid-19.

Recursos financeiros

O questionamento levantado pela população do Amazonas é: se teve tanto dinheiro, por que não teve melhorias na saúde? Durante a pandemia do novo coronavírus no Estado, presenciamos profissionais da saúde que estavam na linha de frente no combate reclamando de falta de equipamentos de proteção individual (EPIs) para trabalhar e a população sofria por falta de unidades de saúde completas, prontas para atendimento. Governador Wilson Lima, o que foi feito com o recurso destinado para a saúde?

Jair Bolsonaro destinou R$ 5 bilhões

Desde o início do ano, o presidente do Brasil Jair Bolsonaro vem destinando recursos financeiros para fortalecer o combate ao novo coronavírus. O Estado do Amazonas recebeu cerca de R$ 5 bilhões destinados exclusivamente para a saúde pública que seria aplicado na compra de equipamentos, medicamentos, testes rápidos, EPIs, álcool em gel, materiais impermeáveis, entre outros.

Manifestação da saúde

No pico da pandemia do novo coronavírus, profissionais da saúde realizaram diversas manifestações cobrando condições mínimas de trabalho. Nas manifestações, eram cobrados do governo do Amazonas equipamento de proteção individual (EPIs) além de mais profissionais nos plantões e auxilio insalubridade. Em abril, profissionais da saúde foram às ruas com placa que dizia: ‘Enfermagem pede socorro, descaso na saúde” e exigiam condições mínimas de trabalho além de estarem revoltados com a morte de colegas de trabalho. Nesse período, profissionais que participaram da manifestação foram perseguidos e ‘punidos’ por denunciar o descaso do governo na saúde. Em diversas unidades de saúde, profissionais morreram depois de se infectarem pelo novo coronavírus.

Investigação do dinheiro público

O Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal (PF) estão investigando a compra superfaturada de respirados pulmonares pelo governo de Wilson Lima em uma loja de vinhos. A operação ‘Sangria’, que prendeu ex-secretários da saúde e empresários, também apreendeu documentos e o celular do governador do Amazonas. Além disso, uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) foi instaurada na Assembleia Legislativa para investigar contratos do governo do Amazonas na saúde.

*Apresentador do programa AMAZONAS DIÁRIO

Anúncio