Governo do AM já gastou mais de R$ 230 mi com publicidade

O Estado homologou mais uma licitação milionária para a Secretaria de Comunicação e segue colecionando contratos de publicidade

Manaus – Nos últimos dias, o Estado continua registrando o aumento de casos novos de Covid-19, e mortes em decorrência do vírus ainda são registradas. Em meio a corrida contra o tempo para frear os efeitos da pandemia, o Governo do Amazonas, sem conseguir comprar nenhuma vacina, homologou mais uma licitação milionária para a Secretaria de Comunicação e segue colecionando contratos de publicidade.

 

Divulgação

Uma das áreas favoritas do governador do Amazonas, é a comunicação, e os contratos para publicidade continuam sendo firmados. Na último dia quinta-feira, em 24 de junho, o Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado de Comunicação (Secom), firmou mais um contrato para com uma empresa de publicidade em Manaus, por R$ 25 milhões com a Mene e Portella Publicidade Ltda. A vigência é de 12 meses.

Licitação

De acordo com a Concorrência nº 030/2020, o processo de licitação foi para contratação de “pessoa jurídica especializada em serviços de publicidade prestados por intermédio de agência de propaganda, compreendendo o conjunto de atividades realizadas integradamente que tenham por objetivo o estudo, o planejamento, a conceituação, a concepção, a criança, a execução interna, a intermediação e supervisão da execução externa e a distribuição de ações dos publicitárias junto a públicos de interesse dos entes da Administração Pública Indireta”, consta.

2021

Esta coluna fez um levantamento e constatou que em apenas seis meses deste ano, o Governo do Amazonas já gastou em quatro contratos, mais de R$ 54 milhões. São reais que já saíram dos cofres públicos. Somado ao último, foram quase R$ 80 milhões comprometidos com publicidade.

Milhões

Em outro levantamento, constatamos que entre 2019 e 2021, o Governo do Amazonas já gastou mais de R$ 230 milhões em pagamentos para publicidade e propaganda, com as empresas View 360, Mene e Portella, Kintaw e 1001 Filmes. Em 2019, foram mais de R$ 62,6 milhões; no ano seguinte foram gastos mais de R$ 113,8 milhões. Se em apenas seis deste ano, o Governo conseguiu gastar quase R$ 80 milhões, a projeção é que este ano seja o ano recorde de gastos com esse tipo de serviço.

Vacinação

Mesmo gastando milhões em contratos de publicidade, o Governo do Amazonas não consegue esconder o desgoverno de não ter comprado uma única dose de vacina contra a Covid-19 para imunizar a população, e muito menos usinas de oxigênio para evitar crise da falta do insumo.

Anúncio