Jatinhos de luxo de Wilson Lima custam R$ 19,5 mil por hora de voo

Apenas nos cinco primeiros meses de 2021, foram empenhados mais de R$ 28 milhões em aluguéis de jatinhos particulares

Os contratos favoritos do Governo do Amazonas são os de aluguéis de aeronaves para o transporte privativo do governador Wilson Lima e sua comitiva de assessores. Nos últimos anos, a atual gestão gastou milhões de reais em aluguéis de jatinhos particulares que inclusive foram denunciados, durante sessão plenária na Assembleia Legislativa do Estado (ALE). Mas, mesmo após tantas denúncias, investigações do Ministério Público e até intervenção da Justiça do Amazonas proibindo, os contratos continuam sendo realizados. Apenas nos cinco primeiros meses de 2021, foram empenhados mais de R$ 28 milhões. Até o final do ano, quanto será o montante gasto por Wilson Lima?

Meio milhão

Segundo informações obtidas no Portal da Transparência do Amazonas, no dia 05 de maio, mais uma Nota de Execução de Despesa foi publicada pelo governo do Estado por meio da Casa Militar com a empresa especializada em transporte, Rico Táxi Aéreo Ltda, o valor de R$ 589 mil. De acordo com o documento, não se aplica licitação, e o pagamento é referente ao fretamento de Aeronave Tipo Jato Executivo com capacidade mínima de oito passageiros nos meses de fevereiro e março de 2021, faturas nº 3206/2021 de 14/04/2021 no valor de R$ 253.500,00 e nº 3192/2021 de 01/04/2021 no valor de R$ 336.375,00.

R$ 19,5 mil por hora

Um dos serviços mais caro por hora de contratação são os de fretamento de aeronaves e jatinhos particulares. Neste pagamento de mais de meio milhão de reais, a Rico Táxi Aéreo Ltda. cobrou do Governo do Amazonas, o valor de R$ 19,5 mil por hora de voo, que justificou a cobrança “em razão das ações de apoio logístico em demandas de transporte do Exmo. Senhor governador do Estado e Comitiva para cumprimento de agendas Governamentais”. Foram utilizados pelo Estado, 30 horas e 25 minutos que custaram exatos R$ 589.875,00.

Comparação

Em uma pesquisa rápida em sites de compras de passagens aéreas, é possível encontrar passagem de voo direto de Manaus à Brasília com a duração média de voo de 2 horas e 25 minutos, no valor R$ 1.308 mil. Se multiplicarmos o valor pago nessa passagem em 30 horas de voo, custaria R$ 19.620. Uma economia média de R$ 570 mil, se o Governo do Amazonas comprasse passagem em avião comercial.

R$ 87,5 milhões

Com essa Nota de Execução publicada no início deste mês, o governador Wilson Lima já empenhou mais de R$ 87,5 milhões em contratos com diversas empresas para o aluguel de jatinhos particulares, durante sua gestão. O último contrato denunciado por esta coluna foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), no dia 22 de abril, com a Rico Linhas Aéreas Ltda no valor global de R$ 6,6 milhões.

Denúncia

No início deste ano, o governador Wilson Lima teve que suspender o uso dos jatinhos após uma decisão do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que proibiu que os aviões sejam utilizados para o luxo do governador. Mas, pouco tempo depois mesmo após ser proibido, Wilson Lima foi flagrado embarcando em uma das aeronaves disponível para o governo. O vídeo foi exposto pelos deputados Wilker Barreto e Dermilson Chagas em uma sessão na ALE.

*Apresentador do programa AMAZONAS DIÁRIO

Anúncio