Ligações perigosas entre mulher do secretário de fazenda e empresa que vai receber R$ 2,5 bilhões do Estado

O proprietário da Magi Clean, uma das três empresas do Consórcio Zona Norte, maior contrato do Governo, possui sociedade em outra empresa, a Profit, com a mulher do secretário de Fazenda

Manaus – O proprietário da Magi Clean, uma das três empresas do Consórcio Zona Norte, maior contrato do Governo do Amazonas por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Susam), possui sociedade em outra empresa, a Profit, com a mulher do secretário de Fazenda, Alex Del Giglio. Apesar de alegarem que não existe ligação entre as empresas, as duas e o cartão do Consórcio Zona Norte Engenharia compartilham quase o mesmo endereço, mudam apenas de número. Em nota, a Magi Clean diz que se retirou do contrato em maio deste ano em razão do atraso nos pagamentos, o que contradiz o Portal da Transparência do Amazonas, onde a Susam realizou pagamento de R$ 82 milhões apenas nesse ano.

Maior contrato da Susam

O Consórcio Zona Norte Engenharia, Manutenção e Gestão de Serviços, assinou contrato em 2013 durante o governo de Omar Aziz para a construção, fornecimento de equipamentos, manutenção, aparelhamento e gestão dos serviços não assistenciais do Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz, e é formado por três empresas, entre elas a Magi Clean que tem como um dos proprietários José Ricardo Biazzo Simon. Simon também é sócio de Rosemeire Del Giglio, em outra empresa aberta em dezembro de 2019, a Profit Câmbio e Serviços Financeiros Ltda. – mesmo ano em que Alex Del Giglio, marido de Rosemeire, tomou posse como secretário de fazenda (Sefaz).

Pandemia de Covid-19

Durante a pandemia do novo coronavírus, o Consórcio Zona Norte recebeu um aditivo em abril, assinado pela ex-secretária da Susam, Simone Papaiz presa na ‘Operação Sangria’, o valor passou de R$ 9,8 milhões para R$ 12,4 milhões por mês. O pagamento foi reafirmado pelo atual secretário da Susam, Marcellus Campelo.

Saída por ‘falta de pagamento’

Em nota, a Magi Clean informou que José Simon possui apenas 1% de cota da empresa e que a mesma se retirou do Consórcio Zona Norte em maio deste ano, porque os pagamentos não estavam em dia, “inclusive quando saiu da sociedade, esta possuía crédito em aberto de seis parcelas mensais, com atrasos superiores de 180 dias. Também até esta data da saída não foi recebido pela Parceria Público-Privada (PPP) nenhum valor adicional em virtude do Covid-19”. O documento ainda diz que os sócios, José Simon e Bernadino Junior não possuem contrato público com o Governo do Amazonas.

Susam pagou R$ 82 milhões só neste ano

No Portal da Transparência do Amazonas, é possível verificar que a Susam pagou ao Consórcio Zona Norte, mais de R$ 82,8 milhões de fevereiro à agosto de 2020. Mas, em nota, a Magi Clean diz que os pagamentos estavam atrasados, se a empresa que saiu em maio deste ano não recebeu os valores, para quais empresas foram? Na tarde desta quarta (12) em inspeção no Hospital Delphina Aziz, os membros CPI da Saude informaram que a unidade funciona em 70% dos serviços prestados mas recebe do Governo do Amazonas, cerca de R$ 30 milhões mensais.

Endereço das empresas envolvidas

A Profit, pertencente a esposa do secretário de Fazenda, Alex Del Giglio e de José Simon, está localizada na Avenida Carvalho Leal, bairro Cachoeirinha, nº 1688, 4º andar, sala A. No mesmo local, porém na sala 3, está a Magi Clean, onde José Simon é sócio com Bernadino Junior. No cartão Consórcio Zona Norte, mostra que a sociedade anônima criada em 2013 e que engloba a parceria das empresas, também está no mesmo endereço, mas no 3º andar, sala 4.

*Apresentador do programa AMAZONAS DIÁRIO

Anúncio