População morre doente e governo gasta R$ 5 milhões com projeto para médico em casa

O excelente projeto é desconhecido por muitos amazonenses que lutam diariamente nas portas dos hospitais por atendimento

Manaus – O Governo do Amazonas possui um projeto na saúde pública chamado ‘Melhor em Casa’, onde quem precisa de atendimento médico especializado como médico, enfermeiro, fisioterapeuta, nutricionista, entre outros, é atendido em casa. O excelente projeto é desconhecido por muitos amazonenses que lutam diariamente nas portas dos hospitais por atendimento. Mesmo assim, o Estado gastou dos cofres públicos em 2019 e 2020, cerca de R$ 4,9 milhões.

Melhor em Casa

O projeto foi criado pensando no amazonense que precisa de um atendimento mais específico, com maiores cuidados e sem necessidade de se locomover para uma unidade de saúde. O ‘Melhor em Casa’ disponibiliza: médico, enfermeiro, fisioterapeuta, técnico de enfermagem, nutricionista, assistente social, fonoaudiólogo, psicólogo, farmacêutico, administrativo para atender ao Sistema Único de Saúde do Amazonas (SUS-AM).

Dispensa de Licitação

Sem aplicar processo licitatório, o Governo do Amazonas contratou a empresa BRB Serviços em Saúde Ltda, com CNPJ 19.008.322/0001-05 para fornecer esses profissionais da saúde para o projeto ‘Melhor em Casa’. A empresa está localizada na Avenida dos Poetas, número 366, no bairro Alvorada, na zona centro-oeste de Manaus. A principal atividade econômica da empresa é atividades de apoio à gestão de saúde.

R$ 3 milhões em 2019

De acordo com dados obtidos no Portal da Transparência do Amazonas, em 2019, a BRB Serviços em Saúde faturou dos cofres públicos mais de R$ 3 milhões com o projeto ‘Melhor em Casa’, onde disponibilizou profissionais da saúde. Foram cerca de nove pagamentos realizados pelo Governo do Amazonas que variam de R$ 290 mil a R$ 413 mil.

R$ 1,7 milhão em 2020

O Governo do Amazonas, tem liquidado com a BRB Serviços cerca de R$ 1,7 milhão para pagar o projeto ‘Melhor em Casa’. Para os serviços prestados em abril deste ano, a empresa cobrou mais de R$ 226 mil. Em maio, foram mais de R$ 213 mil pelos serviços prestados, disponibilizando esses profissionais.

Gasto Milionário

Somando os valores gastos no projeto ‘Melhor em Casa’ no ano de 2019 e 2020, o Governo do Amazonas vai pagar para a BRB Serviços em Saúde mais de R$ 5 milhões. Segundo o Portal da Transparência do Amazonas, a empresa já recebeu o montante de R$ 4,9 milhões dos cofres públicos.

Pandemia de Covid-19

Nos meses de março, abril e maio, a população do Amazonas sofreu drasticamente com a propagação dos casos do novo coronavírus na capital. Vídeos gravados pelos próprios pacientes, mostraram o descaso nos atendimentos, equipamentos básicos, medicamentos e falta de profissionais para atender quem chegava nas unidades de saúde buscando atendimento médico.

*Apresentador do programa AMAZONAS DIÁRIO

Anúncio