Pré-candidato a prefeito de Manaquiri é investigado por ter engravidado adolescente de 14 anos

O suspeito nas investigações é o empresário Mário Augusto Tavares dos Santos que concorre a prefeitura do município

Manaus – Candidato à prefeitura de município do interior do Amazonas é suspeito de ter tido um relacionamento com uma menor de idade e ainda, engravidar essa jovem de 14 anos. O suspeito nas investigações é o empresário Mário Augusto Tavares dos Santos que concorre a prefeitura do município de Manaquiri. O inquérito policial está em fase final na delegacia no município.

Inquérito Policial

No mês de agosto, foi registrado um Boletim de Ocorrência na 33ª Delegacia Interativa de Polícia informando que uma jovem de 14 anos estava grávida, possivelmente, do empresário com quem mantinha relações sexuais, apontado como o pré-candidato a prefeito de Manacaquiri, Mário Augusto. Com a denúncia registrada, iniciou as investigações sobre o caso.

Menor de idade

No município, a família, ao perceber que a jovem estava grávida, começou a indagar a moça sobre quem seria o pai do bebê que ela estava esperando, mas ela não quis revelar. Exames médicos constataram que a jovem de 14 anos estava grávida e após muita conversa e questionamentos foi revelado o nome do homem com quem tinha um relacionamento há algum tempo.

Gente grande

Em boletim de ocorrência, um familiar da jovem de 14 anos relatou que a mesma não queria dizer quem era o pai do seu filho, pois se tratava de ‘gente grande’ de Manaquiri e por isso, ninguém poderia saber. Depois de muita conversa, a adolescente revelou em conversa com um familiar por aplicativo de mensagens, o nome do empresário e ainda enviou uma foto para mostrar quem era. A informação está em celular apreendido contendo informações de conversas da vítima com uma tia. O aparelho passa por perícia. O suspeito de ser pai da criança é o empresário Mário Augusto, muito conhecido no município de Manaquiri, pois é um comerciante da cidade.

Denúncia

A família, inconformada com o acontecido, prestou queixa na 33ª Delegacia Interativa de Polícia do município e no Conselho Tutelar contra o empresário Mário Augusto. Segundo informações, a jovem de 14 anos, reside no município de Manaquiri e quem tem conhecimento sobre o relacionamento se sente ameaçado pelo empresário.

Investigações

Em contato realizado com a 33ª Delegacia Interativa de Polícia de Manaquiri, o investigador Marcos Dias informou que as investigações continuam em segredo de justiça. “Não podemos passar qualquer informação sobre esse caso, por se tratar de uma menor de idade temos que preservar sua identidade e evitar a exposição da vítima. O processo de investigação está na delegacia e estamos concluindo o procedimento ainda nesta semana e logo em seguida, enviaremos à Justiça”, disse o investigador. A promotora de Justiça do Amazonas, Karla Cristina Souza, não quis comentar sobre as investigações que estão em segredo de justiça.

Índice da SSP

De acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), de janeiro a julho deste ano, foram registrados nas delegacias do interior do Amazonas, 57 casos de estupro de vulnerável. Os dados mostram um aumento, já que no mesmo período do ano passado, foram registrados 49 casos no interior.

Anúncio