Presa por desvio de dinheiro na saúde, Nejmi Aziz vai assumir o cargo de deputada estadual

Nejmi Aziz foi presa durante operação da Polícia Federal (PF) que investiga esquema fraudulento que desviou mais de R$ 104 milhões da saúde pública do Amazonas

Manaus – O Amazonas está realmente de cabeça para baixo. Com o resultado das Eleições Municipais 2020, abriu uma vaga para deputado estadual na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM). A suplente ao cargo é a ex-primeira-dama do Estado Nejmi Aziz, presa no ano passado durante operação da Polícia Federal (PF) que investiga esquema fraudulento que desviou mais de R$ 104 milhões da saúde pública do Amazonas. Nejmi já deu um sinal que pode assumir o cargo em 1º de janeiro, ao reativar sua rede social no Instagram que foi apagada três dias antes de ser presa em 19 de junho de 2019.

Ex-primeira-dama

Esposa do senador Omar Aziz, a ex-primeira-dama do Amazonas Nejmi Aziz foi presa na quinta fase da Operação Maus Caminhos, chamada Operação ‘Vertex’ que investiga a prática de crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa que desviou mais de R$ 104 milhões da saúde pública do Amazonas. Nejmi e os irmãos do senador Omar Aziz, Murad, Amin e Manssur tiveram prisão temporária decretada pelo juiz Marllon Souza, da 2ª Vara Criminal da Justiça Federal do Amazonas. A PF também realizou busca e apreensão nas casas do senador em Manaus, no condomínio Ephygênio Salles e no apartamento funcional dele em Brasília.

Família Aziz

Durante as investigações da Operação ‘Maus Caminhos’ em 2018, a ex-primeira-dama e o senador Omar Aziz, foram citados por uma delatora na investigação. O senador negou parentesco com o médico Mouhamad Moustafa apontado como líder e principal alvo da primeira fase da operação em novembro de 2016. A Justiça Federal proibiu o senador de sair do país e de se comunicar com outros investigados na operação, com exceção de Nejmi e dos três irmãos.

Patrimônio milionário

Em 2018, a ex-primeira-dama Nejmi Aziz concorreu ao cargo de deputada estadual. Pela primeira vez, ela declarou seu patrimônio de mais de R$ 30,3 milhões. A declaração desta renda está no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que foi preenchida pela própria candidata. Na época, o valor declarado por Nejmi superou a soma total do patrimônio dos seis candidatos ao cargo de governador do Amazonas que chegava a R$ 5,7 milhões. Inclusive, Nejmi superou o patrimônio declarado pelo próprio marido que concorreu, na época, para o governo com R$ 1,5 milhão declarado no TSE. Esse valor absurdo e milionário de patrimônio chamou atenção.

Deputada?

Nejmi Aziz finalmente pode conquistar o que tanto sonhou: uma cadeira macia na Assembleia Legislativa do Estado (ALE) e o melhor, foro privilegiado. Isso pode acontecer porque a ex-primeira-dama é a suplente da coligação do deputado estadual Augusto Ferraz, que foi eleito prefeito de Iranduba em 2020. Ferraz vai assumir o novo cargo em 1º de janeiro, deixando o espaço aberto para a milionária.

Anúncio