Pressionado pela MP-AM Governo é obrigado a fazer concurso

São mais de 10 anos sem a realização de concurso para a área da segurança

Manaus – Nos últimos dias, o Governo do Amazonas vem divulgando a realização de concurso público para a segurança com a disponibilização de várias vagas para a Polícia Militar e Civil. Mas, esse grande projeto lançado pelo governador Wilson Lima, curiosamente, só foi divulgado após a recomendação do Ministério Público do Estado que realizou inspeção em diversas unidades policiais e constatou inúmeras irregularidades como falta de equipamentos, infraestrutura e principalmente, contingente. São mais de 10 anos sem a realização de concurso para a área da segurança.

Inspeção

No início do mês de julho deste ano, o Ministério Público do Amazonas (MPAM), recomendou que o Governo do Amazonas por meio da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), realizasse concurso na área da segurança pública, para a polícia civil e militar. Durante a inspeção, ficou constatado o baixo efetivo dos servidores para o bom funcionamento das unidades e o atendimento das demandas da sociedade.

Resposta

Após o levantamento das irregularidades, o Ministério Público emitiu um prazo de 30 dias para que a Secretaria de Segurança e o Governo do Amazonas, sinalizassem a respeito da recomendação. “Esperamos que a manifestação ocorra dentro desse prazo legal, que coincide com o término das inspeções, visto que o último concurso foi realizado em 2009, 11 anos atrás”, declarou a promotora Christiane Dolzany Araújo da 60ª Promotoria de Controle Externo da Atividade Policial (Proceap).

Segurança

Dentro do prazo estipulado pelo MPAM, o Governo do Amazonas divulgou para toda a imprensa, a criação de um projeto para a segurança pública, voltado para novas vagas e a realização de concurso público. Nesta segunda-feira (19), o governador Wilson Lima, anunciou a criação das comissões responsáveis pela organização das provas.

Vaga

Serão mais de 2,5 mil vagas no concurso público para as segurança pública do Amazonas que deve ser realizado até o final do ano. Dessas, cerca de 1.350 serão destinadas para a Polícia Militar, 453 para o Corpo de Bombeiros, 362 para a Polícia Civil, 210 para o Detran e 150 vagas para a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM).

Anúncio