Wilson Lima desrespeita e não trata o servidor da saúde com prioridade

Em contrato firmado para fornecimento de material hospitalar no valor de R$ 1,7 milhão, o governo pagou apenas R$ 20 mil

Manaus – As prioridades do governo de Wilson Lima chamam atenção de quem investiga os contratos e licitações disponíveis no Portal da Transparência do Amazonas. Apesar de empenhar mais de R$ 80 milhões para fretamento de aeronaves e pagar boa parte desse montante, o Estado não cumpre seus compromissos perante à saúde pública com a mesma rapidez. Em contrato firmado para fornecimento de material hospitalar no valor de R$ 1,7 milhão, o governo pagou apenas R$ 20 mil. Qual a prioridade do governo que se prepara para a possível terceira onda da pandemia de Covid-19?

Pandemia

De acordo com documentos disponíveis no Portal da Transparência do Amazonas, é possível verificar que o governo do Estado por meio da Central de Medicamentos da Secretaria de Estado do Amazonas (Cema) abriu processo de dispensa de licitação para aquisição de avental descartável para atender a demanda da rede estadual de saúde no enfrentamento da Covid-19.

Avental

A vencedora do Registro de Dispensa de Licitação (RDL) nº 01.04/2021 foi a empresa Latino Indústria e Comércio Ltda que vai fornecer 300 mil unidades de avental descartável, no valor unitário de R$ 5,97. O valor global do contrato é de R$ 1,79 milhão.

Saúde

De acordo com os dados de execução de despesa, o governo de Wilson Lima, empenhou o valor total da dispensa de licitação, mas pagou apenas R$ 20 mil referente ao contrato dos aventais descartáveis que serão usados pelos profissionais que estão na linha de frente do combate ao vírus. Será que está faltando dinheiro no caixa do governador?

Prioridades

Há pouco tempo, no dia 26 de março, esta coluna denunciou que o governo do Amazonas empenhou mais de R$ 80 milhões em contratos para aluguéis de aeronaves na gestão de Lima. De todo esse valor empenhado, o Estado já liquidou mais de R$ 71,2 milhões e pagou mais de R$ 60,6 milhões para as empresas que realizam esse tipo de serviço no Amazonas. Qual a dificuldade da atual gestão em pagar os aventais para os profissionais da saúde já que gastam milhões em aeronaves?

Responsabilidade

Os profissionais da saúde estão cansados e merecem ser exaltados pelo honroso serviço que estão desempenhando diariamente no combate ao vírus, atendendo e tratando pacientes infectados. Segundo o Boletim Diário de Covid-19 de quinta-feira, 8, divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), o Estado registra 355.987 mil casos confirmados e 12.202 mortes em decorrência da doença.

Atrasados

Uma manifestação de trabalhadores da saúde pública foi realizada na manhã desta quinta-feira (8) em frente à Assembleia Legislativa do Estado (ALE) para cobrar que o governo do Estado, cumpra o seu papel com os profissionais, respeitando os direitos e benefícios trabalhistas, além de melhores condições de trabalho. Ou seja, quem está lutando diariamente nas unidades de saúde precisa gritar aos deputados estaduais, pedindo que o governo faça o pagamento das data-bases atrasadas. Lamentável!

Anúncio