45 Anos de Vida Pública: Cheio de energia e amor para continuar

Nunca baixei a cabeça para os adversários do meu Estado, nunca tive complexo de inferioridade frente aos Estados mais ricos

São poucos os políticos do Brasil que podem comemorar, nos braços do povo e com o reconhecimento de todos, 45 anos dedicados à vida pública. Sou um deles, e fiquei imensamente feliz em receber muitas homenagens esta semana, durante um evento que reuniu algo em torno de duas mil pessoas, que representam todas as que vim conquistando durante minha trajetória.

Foi uma grata homenagem. O reconhecimento do povo do Amazonas e do povo de Manaus de que atuamos bem, defendendo, de forma intransigente a Zona Franca, uma boa política ambiental, não cedendo a ninguém. Nunca baixei a cabeça para os adversários do meu Estado, nunca tive complexo de inferioridade frente aos Estados mais ricos. Entrei na vida pública para valer e vou sempre estar para valer em qualquer cargo que exerça, em qualquer missão que me seja dada.

A festa para a comemoração dos meus 45 anos dedicados ao Amazonas e aos interesses das minhas irmãs e dos meus irmãos amazonenses foi uma prova da nossa força, da força do nosso povo. Repetindo as palavras do meu querido Amazonino Mendes, que está ao nosso lado como pré-candidato ao governo do Estado: “nossa força vem do povo”, e o povo é imbatível.

Tenho muitos momentos que posso considerar históricos nessa minha trajetória política, como por exemplo, com pouco mais de 20 anos fui escolhido pelas lideranças estudantis para ser membro da primeira Executiva Estadual do MDB do Rio de Janeiro, na luta contra a ditadura. Isso me emociona e me engrandece, porque ali tínhamos a missão de fazer raiar a liberdade sobre o horizonte do Brasil. Tudo começou ali.

Depois disso, fiz muitas campanhas, disputei vários cargos – prefeito, governador, deputado federal, senador – e é algo que faço com muito amor. Muitos fazem política com o fígado, com ódio, com vingança e com a perversidade. Eu faço com amor e por amor. Além de me sentir preparado, além de sempre ter dado conta do recado em todos os cargos que ocupei, aprendi que a minha vocação é trabalhar pelo amor que eu tenho pelo povo do Amazonas. Podemos enfrentar pessoas que têm fel, mas eles perdem, porque eu sou cheio de mel.

Posso garantir com segurança que, ao completar 45 anos de vida pública, estou cheio de energia para continuar. Sinto-me com o vigor daquele jovem de 20 anos, que deu início a essa trajetória. Eu estou pronto para essa caminhada e ser o primeiro a me inscrever para falar no Senado, em 2023. Duvido que alguém consiga se inscrever antes de mim. E eu vou rezar a cartilha completamente, avisando que não se toca mais na Zona Franca a não ser para reformar, modernizar e financiar o modelo que mantém a nossa floresta em pé. Era assim e vai ser assim.

 

É diretor do Núcleo de Educação Política e Renovação do Centro Preparatório Jurídico e atual presidente do PSDB no Amazonas. Diplomata, foi por 20 anos deputado federal e senador, líder por duas vezes do governo Fernando Henrique, ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, líder das oposições no Senado por oito anos seguidos e três vezes prefeito da capital da Amazônia.

Anúncio