Denunciar é preciso!

Não tenha medo de denunciar, os animais precisam da nossa ajuda, eles não sabem se defender e precisam que nós falemos por eles

Manaus – Na minha jornada como protetora dos animais, todos os dias recebo denúncias por meio das redes sociais de casos de maus-tratos de várias partes do Amazonas. Esta semana mesmo participei de uma ação junto com a Delegacia Especializada em crimes contra o Meio Ambiente (Dema), Batalhão Ambiental e a CIPCães da Polícia Militar, em que desmontamos um cativeiro clandestino de animais na zona leste da capital.

O local estava em estado deplorável, sujo e sem condição alguma para a vida de animais e muito menos de humanos. Foram dezenas de animais apreendidos. Havia cachorros de raça, gatos, muitos macacos, jabutis, araras, corujas e tucanos. Mas por que estou relatando esse fato?

Quero chamar a atenção da população para um fator importante que pode inibir o comércio ilegal de animais no nosso Estado, que é denunciar. Como disse acima, recebo diversas denúncias nas minhas redes sociais e também na Comissão de Meio de Ambiente, mas o órgão apropriado para receber as denúncias é a Dema. Minha equipe sempre orienta as pessoas a registrarem a denúncia na delegacia, porém nos deparamos com o medo e apreensão dos denunciantes, que muitas vezes acham que podem ser prejudicados de alguma forma, e aí muitos casos ficam sem registro.

Um fator que fomenta esse tipo de criadouro clandestino, é o comércio ilegal de animais. Ainda é comum vermos pessoas que compram e vendem animais em feiras ilegais, grupos de redes sociais, sites de venda e troca, entre outros. Tudo isso colabora para a manutenção deste comércio irregular, cruel e que desrespeita a vida dos animais.

Por isso quero registrar aqui a importância da denúncia para desmonte desses criadores clandestinos e para que os animais possam ter sua segurança e bem-estar garantidos. Não tenha medo de denunciar, os animais precisam da nossa ajuda, eles não sabem se defender e precisam que nós falemos por eles.

*Deputada estadual (PL), advogada, servidora pública e protetora

Anúncio