Dia das mulheres, dia de luta!

Apoio as mulheres que lutam por moradia, transporte de qualidade, água e saneamento, respeito e dignidade, escola boa para seus filhos e qualidade de vida para o povo

Manaus – Dia 8 de março, celebramos o Dia Internacional de Luta das Mulheres. Entre a primeira Constituição, em 1824, e o direto ao voto feminino, em 1934, levaram 110 anos. Nos dias atuais, a mulher ainda tem muito a lutar contra a retirada de direitos conquistados. A terceirização precarizou o trabalho feminino. A reforma da previdência aumentou o tempo de trabalho e reduziu a remuneração. O direito à moradia foi retirado, com a paralisação do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’.

A Constituição Brasileira fala de igualdades. Mas as mulheres ainda ganham menos que os homens, têm menos oportunidades, são discriminadas e sofrem preconceitos, principalmente as negras e indígenas. E a violência contra elas só aumenta. Segundo o Atlas da Violência, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), 4.936 mulheres foram mortas em 2019. Maior número já registrado desde 2007. Deste número, 1.314 foram assassinadas pelo simples fato de serem mulheres. O Brasil é o 5° país em taxas de feminicídio.

Sobre agressões às mulheres, o Brasil registrou ano passado um total de 46.510 denúncias registradas no Sistema de Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos. Violência que geralmente resulta em morte. O feminicídio em Manaus cresceu 300%.

O governo do Estado e a prefeitura precisam criar políticas públicas efetivas de proteção e combate à violência contra a mulher. Estou nessa luta. Junto com a bancada, aprovei no Orçamento da União R$ 10 milhões para a construção da Casa da Mulher Brasileira em Manaus. E já tinha aprovado na ALE recursos a Delegacia da Mulher na zona leste. Estou ouvindo os movimentos de mulheres para construção de um plano de governo para Manaus, que contemple essa pauta.

Apoio as mulheres que lutam por moradia, transporte de qualidade, água e saneamento, respeito e dignidade, escola boa para seus filhos e qualidade de vida para o povo. É importante celebrar este dia, mas é preciso fazer uma reflexão e apoiar essa luta. Parabéns a todas as mulheres que lutam por seus direitos e por suas famílias.

*Deputado federal (PT) e economista

Anúncio