Manaus insegura

Quanto mais crianças, adolescentes e jovens nas escolas e nos cursos técnicos e superiores e quanto mais oportunidades de trabalho, emprego, menos crimes acontecem, segundo as estatísticas

Manaus – A cada dia, aumenta a violência na cidade de Manaus. Assassinatos, agressões, brigas, tiroteios entre traficantes e a polícia, assaltos e furtos são notícias diárias nos jornais. O povo quer mais segurança e tranquilidade no bairro que mora e trabalha. Cabe ao poder público garantir esse direito do povo.

A prefeitura precisa fazer a sua parte. Ruas bem cuidadas e sem buracos e a iluminação pública ajudam na segurança das comunidades. Mais guardas municipais nas escolas, unidades de saúde, nas repartições públicas e nas praças e terminais de ônibus também contribuem para evitar vandalismos e a violência contra a população.

Mas cabe ao governo do Estado e ao governo federal os investimentos para a estrutura das polícias federal, militar e civil para enfrentar os criminosos. Tem poucas viaturas circulando, os policiais ainda não foram valorizados nos seus salários e condições de trabalho, delegacias com estrutura precária, muitas delas, principalmente no interior, com celas superlotadas e falta de funcionários para atender quem procura a polícia.

Mas não basta somente o aparato policial para diminuir a violência. Precisa também de muito investimento em educação e trabalho. Quanto mais crianças, adolescentes e jovens nas escolas e nos cursos técnicos e superiores e quanto mais oportunidades de trabalho, emprego, menos crimes acontecem, segundo as estatísticas.

Por isso, quanto mais livros e carteira de trabalho nas mãos do povo e menos armas, menos violência na sociedade. Muito se combate o tráfico de drogas. E a sensação é que o consumo de drogas aumenta ainda mais. Por isso, precisa de ações de prevenção e tratamento de dependentes químicos e ações de possam tirar adolescentes e jovens do mundo das drogas.

O Estado e a polícia precisam agir com o intuito de prevenir e proteger a sociedade. Não podemos achar normal que numa única madrugada, por ação da polícia, ocorra mais de uma dezena de mortes. Algo está errado. Manaus clama por segurança!

*Deputado federal (PT) e economista

Anúncio