Governo atrasa salários

Mesmo nos momentos de crise mais profunda, como em 2009 ou 2016, quando tivemos perda de arrecadação, os vencimentos dos servidores sempre forma pagos conforme o calendário estabelecido

Manaus – Pela primeira vez na história teremos atraso no pagamento dos servidores públicos pelo governo do Amazonas. Mesmo nos momentos de crise mais profunda, como em 2009 ou 2016, quando tivemos perda de arrecadação, os vencimentos dos servidores sempre forma pagos conforme o calendário estabelecido.

Mais inusitado ainda, é que o atraso no pagamento se dê em um ano com crescimento da arrecadação do Estado de R$ 900 milhões só entre janeiro e junho, com a receita recorde prevista de mais de R$ 19 bilhões até o final do ano.

Não bastasse, para pagar o 13º salário dos servidores, o governo do Amazonas praticará uma ‘pedalada’ usando R$ 300 milhões do Fundo de Apoio a Micro e Pequena Empresa (FMPES). Assim, recursos carimbados a investimentos junto à Afeam (Agência de Fomento do Estado do Amazonas) são drenados para custeio, camuflando a absurda irresponsabilidade fiscal do atual governo.

Se houve aumento de arrecadação, como justificar o atraso e a ‘pedalada’ com recursos da Afeam? O fato é que hoje existe uma combinação temerária de fatores no Amazonas. Descontrole do gasto público, por um lado, e desperdício de recursos públicos por falta de planejamento e por gastos não republicanos, por outro. Assim, o governo do Amazonas hoje gasta muito, gasta mal e não tem controle do que gasta.

Os servidores que terão seu planejamento financeiro comprometido e, certamente, pagarão juros por conta do atraso no pagamento dos seus salários, serão as vítimas de tamanha irresponsabilidade fiscal. Lamentável!

*Advogado, professor, escritor e deputado federal

Anúncio