“A saudade é eterna”, diz mãe de jovem morta após fake news com Whindersson

A mulher de 22 anos — que sofria de depressão — teve supostas conversas com humorista divulgadas na internet

Minas Gerais – Inês Oliveira, mãe da jovem que morreu após ter sido ligada ao humorista Whindersson Nunes nas redes sociais, lamentou o ocorrido. A mulher postou uma imagem de luto com a foto da filha e escreveu: “A dor é grande. A saudade é eterna”. Jéssica Vitoria Dias Canedo faleceu na sexta-feira (22), aos 22 anos, em Araguari, no Triângulo Mineiro, distante 567 quilômetros de Belo Horizonte (MG).

(Foto: Reprodução / Instagram @INES_OLIVEEIRA)

A polêmica em torno da jovem começou quando supostas conversas entre ela e o humorista foram divulgadas na internet. Três dias antes da morte, Inês gravou um vídeo, em que chora e diz que a filha sofria de depressão e havia sido vítima de uma mentira.

A mãe de Jéssica disse que a filha não resistiu a tanto ódio, em uma publicação nas redes sociais. “É com muito pesar que informamos que, nesta manhã do dia 22/12, a Jéssica não resistiu à depressão e a tanto ódio e veio a óbito”, anunciou o perfil oficial da mãe.

A Polícia Civil de Minas Gerais investiga as causas da morte, que foi registrada como autoextermínio (ou suicídio).

Anúncio