Adolescente que atirou em alunos no CE premeditou ação após bullying, diz polícia

Arma utilizada pelo estudante de 15 anos tinha registro para CAC e seria de um familiar. Vítimas foram atingidas na cabeça e perna

Ceará – O aluno de 15 anos que atirou em outros três estudantes da Escola Estadual Professora Carmosina Ferreira, em Sobral, no interior do Ceará, na manhã desta quarta-feira (5), premeditou o crime após ter sido vítima de bullying. A informação foi confirmada pelo próprio adolescente em depoimento na delegacia municipal da cidade.

De acordo com a assessoria de imprensa da Santa Casa de Sobral, dois adolescentes, também de 15 anos, foram socorridos com ferimentos causados por bala na cabeça. Um deles está entubado e em estado grave. O outro, também atingido na mesma região, foi levado à unidade de saúde consciente e submetido a uma tomografia.

A terceira vítima, que era da mesma classe, foi atingida na perna e atendida pela equipe de traumatologia.

Segundo a SSPDS (Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social), o garoto responsável pelos disparos foi apreendido. A arma utilizada pelo adolescente tinha registro de CAC (colecionador, atirador desportivo e caçador) e seria de um familiar.

A governadora do estado do Ceará, Izolda Cela, se manifestou nas redes sociais. “Determinei resposta rápida das nossas forças de segurança, inclusive sobre a origem da arma utilizada no crime. A Secretaria de Educação do Estado também está dando o suporte necessário à comunidade escolar e às famílias”, escreveu.

O ocorrido ainda segue em apuração pela Polícia Civil da cidade. As três vítimas seguem internadas na Santa Casa.

Anúncio