Após furtar estúdio de tatuagem, suspeito deixa bilhete com desculpas: ‘Fiz porque precisava’

Criminoso justificou o crime em um estúdio de tatuagem dizendo que fez por necessidade; prejuízo foi de mais de R$ 7 mil

Distrito Federal – Um ladrão deixou um bilhete de desculpas após furtar equipamentos de um estúdio de tatuagem em Samambaia Norte, no Distrito Federal. Em uma mensagem deixada no local, com erros gramaticais, ele tentou justificar o crime — que gerou um prejuízo avaliado em mais de R$ 7 mil, segundo o dono do local — dizendo que foi um caso de necessidade.

“Fis pq precizava”, diz o recado escrito em uma folha de caderno. O bilhete foi colocado em cima da mesa de trabalho de Pedro Henrique de Jesus, proprietário do estúdio.

O tatuador acredita que o crime tenha ocorrido durante a madrugada ou pela manhã desta terça-feira (7). “Eu sai da loja por volta das 20h de ontem. E quando cheguei hoje, às 9h, encontrei o recado na mesa, o estúdio todo revirado, além de R$ 1 mil em equipamento danificado”, conta.

Como a loja não tem seguro, Pedro Henrique disse que terá que fechar de vez o estabelecimento, que estava funcionando havia menos de um mês. “Abri a loja em um local bem movimentado. A porta tinha grade, mas nunca imaginei que subiriam por fora, pelo terceiro andar”, disse.

O caso foi registrado na 32ª Delegacia de Polícia (Samambaia Sul). O criminoso ainda não foi localizado.

Anúncio