Associação oferece coletores de lâmpadas gratuitos para o Norte e Nordeste do país

Objetivo é a ampliação da adesão de comerciantes como pontos de entrega e estimular a logística reversa de lâmpadas nessas regiões

São Paulo – Desde que a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) foi instituída no Brasil, ficou claro que a responsabilidade pela destinação final ambientalmente adequada de alguns materiais, como as lâmpadas que contêm mercúrio em sua composição, deve ser compartilhada por fabricantes, importadores, distribuidores, comerciantes e consumidores.

A proximidade com o consumidor garante ao comércio um papel fundamental na logística reversa de lâmpadas. Por isso, uma organização sem fins lucrativos responsável pela gestão do processo no País, disponibiliza gratuitamente 580 coletores a estabelecimentos comerciais e ecopontos de municípios do Norte e do Nordeste do país, pré-determinados pelo Acordo Setorial.

(Foto: Reprodução / Abilumi)

Atualmente, a região Norte conta com 63 pontos de coleta da Reciclus (Associação Brasileira para a Gestão da Logística Reversa) instalados em estabelecimentos comerciais, sendo: 19 de Rondônia; 18 no Pará; 13 no Amazonas; 9 em Tocantins; 2 no Amapá; 1 no Acre, e 1 em Roraima.

Na região Nordeste há 332 pontos de coleta Reciclus instalados em estabelecimentos comerciais, sendo: 31 em municípios de Alagoas; 83 na Bahia; 51 no Ceará; 46 em Pernambuco; 33 no Piauí; 28 no Rio Grande do Norte; 22 na Paraíba; 19 em Sergipe; e 19 no Maranhão.

Qualquer varejista e comércio abertos ao público, preferencialmente do segmento de supermercados e lojas de material de construção, podem ter um coletor Reciclus gratuitamente, e recebem da Associação todo o suporte necessário para instalação e solicitações de coleta.

Ter um coletor Reciclus no estabelecimento comercial torna o local em conformidade com a legislação vigente, aumenta a circulação de consumidores e contribui para o aumento do tíquete médio de consumo, além de criar no público uma maior consciência ambiental.

Sem contar que, ao descartar suas lâmpadas usadas nesses coletores, ao invés de jogar no lixo comum, os consumidores domésticos têm a garantia da coleta, transporte e destinação ambientalmente correta, por meio de recicladores homologados.

Outro exemplo de proximidade com os consumidores são os ecopontos, instalados por prefeituras municipais ou secretarias de Meio Ambiente em diversas cidades do País, que pela conveniência e praticidade ganham papel fundamental na logística reversa de lâmpadas.

Atualmente, a Reciclus conta com 2.862 pontos de coleta em 614 municípios de todo o país, e quer ampliar sua atuação nos estados das regiões Norte e Nordeste. Desde 2017, em todo o Brasil, a Reciclus já deu a destinação correta a mais de 16 milhões de lâmpadas.

Os comerciantes ou prefeitos de cidades do Norte e do Nordeste do país interessados em aderir ao programa Reciclus e instalar pontos de entrega em seus municípios podem entrar em contato pelo telefone (11) 98469-1113, ou pelo e-mail [email protected].

A implantação dos pontos de coleta segue os critérios técnicos indicados no Acordo Setorial, como número de habitantes, área urbana, densidade populacional, domicílios com energia elétrica, poder aquisitivo, infraestrutura viária e acessibilidade.

Anúncio