B.O registra suicídio em causa da morte de voluntário aos testes da CoronaVac

Após ter sido notificada, a Anvisa suspendeu os testes da vacina CoronaVac

São Paulo – A causa da morte do voluntário nos teste da vacina da CoronaVac foi suicídio segundo boletim de ocorrência registrado dia 29 de outubro, pelos policiais militares que atenderam a ocorrência. Segundo o registro ao chegarem no apartamento, a vítima estaria desmaiada no chão do banheiro com uma seringa e diversos ampolas de remédios no chão, o corpo do homem foi removido pelo IML.

A ocorrência foi registrada às 16h no dia 29 de outubro (Foto: Divulgação)

Ainda segundo os policiais militares, foi feito o exame toxicológico que dará o resultado do laudo necroscópico. O governo de São paulo em coletiva de imprensa afirmou que é impossível relacionar “o evento adverso grave” que ocorreu com o voluntário com os estudos do imunizante.

Nesta terça-feira (10) a Anvisa suspendeu os teste da vacina logo após ter sido notificada da morte do jovem. O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas falou sobre o caso na coletiva de imprensa na sede do instituto, “Os dados são transparentes. Por que nós sabemos e temos certeza de que não é um evento relacionado à vacina? Como eu disse, do ponto de vista clínico do caso e nós não podemos dar detalhes, infelizmente, é impossível, é impossível que haja relacionamento desse evento com a vacina, impossível, eu acho que essa definição encerra um pouco essa discussão”.

O diretor ainda acrescentou que a suspensão dos testes provoca “dor e sofrimento aos voluntários… não haveria necessidade dese tipo de medida”. finalizou.

Anúncio