Bolsonaro tem cinco dias para explicar ao STF novos decretos de armas

Ministra Rosa Weber quer ouvir as explicações antes de decidir sobre o pedido de suspensão apresentado por partidos de oposição

Brasília – A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, decidiu dar cinco dias de prazo para que o presidente Jair Bolsonaro explique a edição recente de novos decretos que flexibilizaram o acesso a armamento e munições no País.

Cresce o interesse pela compra de armas após a facilitação de autorização de posse por decreto presidencial (Foto: Valéria Gonçalves/AE)

Rosa Weber quer ouvir as explicações de Bolsonaro, da Advocacia-Geral da União e do procurador-geral da República, Augusto Aras, antes de decidir sobre o pedido de suspensão dos decretos apresentado por partidos de oposição.

Leia mais: Após decisão do STF, Anvisa pede ‘prazo justo’ de análise para vacinas

“Requisitem-se informações ao presidente da República, a serem prestadas, no prazo de cinco dias. Após, dê-se vista ao advogado-geral da União e ao Procurador-geral da República, sucessivamente, no prazo de três (03) dias”, afirmou ela, no despacho.

Desde o início da gestão, Bolsonaro tem tomado uma série de decisões para ampliar o acesso da população às armas.

Anúncio