Cantor sertanejo é criticado por comentário homofóbico após vestir camisa do SPFC

No início da transmissão, a dupla revelou que tinha feito uma aposta na final do Campeonato Paulista, decidida entre Palmeiras e São Paulo

São Paulo – Zé Neto, da dupla sertaneja com Cristiano, causou polêmica ao fazer uma piada homofóbica durante a live da dupla, transmitida, no sábado (5), pelo Youtube. Ao vestir uma camisa do São Paulo Futebol Clube (SPFC) por causa de uma aposta, o cantor fez gestos afeminados. Momentos depois, diante da repercussão, ele se retratou e pediu desculpas, dizendo que tinha sido “mal interpretado”.

Cantor sertanejo é criticado por comentário homofóbico após vestir camisa do SPFC. (Foto: Reprodução)

No início da transmissão, a dupla revelou que tinha feito uma aposta na final do Campeonato Paulista, decidida entre Palmeiras e São Paulo. Palmeirense, Zé Neto vestiu a camisa do Tricolor de Cristiano, e sob o pretexto de estar fazendo uma brincadeira, fez gestuais afeminados.

“Coloquei essa camisa e já estou me sentindo bem, super bem. Super tranquilo agora”, disse, em meio aos risos do apresentador Murilo Couto e de Cristiano. “Tá ruim, mas se fosse a do Corinthians eu não ia me perdoar nunca na vida”, completou.

De acordo com UOL, a atitude não pegou bem entre os fãs e seguidores, que questionaram as “piadas” homofóbicas, e o nome da dupla sertaneja foi parar entre os assuntos mais comentados do Twitter. Diante da repercussão, ele pediu desculpas ainda durante o show. “Preciso falar. Isso aqui foi uma brincadeira, o negócio da camisa. O pessoal brinca, tudo mais. Sei que existem as causas, existem pessoas na minha família que são de outras opções sexuais, a gente respeita todo mundo”.

Nesse momento, ele foi interrompido e corrigido quanto ao uso da palavra “opção”.

“Aproveitando o ensejo, me retratando aqui. É tudo uma brincadeira, igual o pessoal tira sarro e brinca que corintiano e palmeirense são tal coisa. Se alguém se sentiu ofendido, do fundo do coração essa não foi a intenção. Minha intenção foi brincar, a gente está zoando um negócio que não tem nada ver. Mas me desculpe se alguém se sentiu ofendido, peço desculpas ao vivo. Não estou preocupado se vão me cancelar, me linchar ou qualquer coisa”, disse.

“Eu estou falando por sentir que talvez tenha me expressado mal, talvez o pessoal tenha entendido mal. Eu tenho pessoas gays na minha família, como amigos, que trabalham comigo, não tenho nenhum tipo de preconceito com ninguém que tenha outro tipo de opção, ou como o próprio Maurílio falou, não é opção —a pessoa nasce desse jeito— e eu respeito. Tenho filhos novos, não sei o que eles vão ser futuramente. Falando abertamente, se vocês se sentiram mal, com todo carinho… Não estou nem aí o que vão falar, não sei a proporção que tomou, estou aqui na live. Se foi de mau gosto para alguns, me desculpe.”.

Anúncio