Casal é expulso de clube aquático por levar comida para filho autista

A mãe publicou um desabafo na sua rede social

Ocidental – Um casal foi expulso de uma clube aquático que fica na cidade Ocidental (GO), na última quinta-feira(25), após entrar no local com alimentos para o filho autista. A criança tem 4 anos e possui seletividade alimentar.  A mãe publicou um desabafo na sua rede social.

(Foto: Reprodução / Instagram @carolcmonteiro)

O parque chegou a liberar a entrada dos alimentos, após uma rigorosa vistoria no carro da família. Após cerca de duas horas no parque, eles foram abordados e repreendidos por um segurança pelo menos duas vezes, quando os pais decidiram procurar a direção do parque, ao se sentiram constrangidos e injustiçados com a ação ríspida e grosseira do funcionário, mas não havia ninguém no local.

“Fomos convidados a nos retirar do parque por estarmos com o lanche do Dani na mochila, lanche esse que havia sido previamente aprovado no acesso inicial diante da análise do documento do Dani que comprova que é uma criança autista e por isso tem direito a ter o suporte adequado para o seu bem estar (e isso inclui ter sua própria comida em mãos). E por falta total de conhecimento e alinhamento de comunicação entre todos do time do Águas Corretes Parque, acarretou em nosso convite para nos retirarmos do espaço”, desabafou a mulher na sua rede social.

A mãe registrou o momento que o menino se diverte, mas logo depois precisa se retirar do local. “Nunca mais eu volto nesse lugar e recomendo que nunca pisem aqui. Porque é um lugar que não sabe tratar as pessoas, não é inclusivo. E tem uma equipe extremamente despreparada para tratar de crianças autistas. A gente vai na delegacia e vai exigir nossos direitos”, afirma a mãe no vídeo.

Nas redes sociais, a direção do parque aquático publicou uma nota de esclarecimento informando que vai apurar os fatos.

Anúncio