Chuva em SP causa deslizamento, mortes e suspensão de vacinação; veja vídeo

Em Embu das Artes, na Região Metropolitana da capital paulista, um desmoronamento de terra matou uma mãe e os dois filhos

São Paulo – O estado de São Paulo sente as consequências das fortes chuvas, neste domingo (30), em diversas regiões. Em Embu das Artes, na Região Metropolitana da capital, um deslizamento de terra matou uma mãe e os dois filhos soterrados. Em Franco da Rocha, um outro desmoronamento destruiu uma casa e deixou uma estação de trem da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) alagada. Na capital, a vacinação contra a Covid-19 realizada nos parques municipais e, também, nas farmácias parceiras da Av. Paulista foi suspensa.

(Foto: Everaldo Silva/Futura Press/ Estadão Conteúdo)

Na cidade de Embu, dois imóveis foram atingidos. Porém, uma das residências estava vazia. De acordo com o porta-voz do Corpo de Bombeiros, Capitão André Elias, sete pessoas estavam na casa, sendo que quatro, de 20, 19, 16 e 14 anos, foram retiradas por populares. As outras três vítimas foram removidas dos escombros já sem vida. O porta-voz também afirmou que as vítimas possuem 45, 21 e 4 anos, sendo respectivamente a mãe, o filho e a filha.

A Prefeitura do município informou que as casas estavam em terreno particular, o que não indica se tratar de construção irregular.

Um deslizamento de terra atingiu uma residência em Franco da Rocha, na Região Metropolitana de São Paulo, na manhã desde domingo (30) após fortes chuvas atingirem o município. Segundo o Corpo de Bombeiros, o incidente ocorreu na rua São Carlos. Quatro pessoas ficaram feridas.

Nove equipes da corporação chegaram a ser disponibilizadas, porém, apenas quatro chegaram a ir. O local foi tomado por lama e água, além do risco de novos desmoronamentos. O helicóptero Águia 11 do Grupamento Aéreo da Polícia Militar também prestou apoio na ocorrência.

As quatro vítimas, segundo informações iniciais, estão conscientes, apesar de algumas com a consciência um pouco mais reduzida. A ocorrência segue em atendimento e ainda não há mais detalhes sobre o estado de saúde dos feridos.

Uma estação de trem da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) também ficou alagada.

A Prefeitura de São Paulo, informou por meio da SMS (Secretaria Municipal da Saúde), que devido as fortes chuvas em toda a capital, a vacinação anti-Covid, realizada nos parques e nas farmácias parceiras da Av. Paulista, está extraordinariamente suspensa neste domingo (30), para segurança dos cidadãos, funcionários e também do procedimento de vacinação. No próximo domingo (6), a vacinação seguirá nos parques e nas farmácias parceiras da Av. Paulista.

Anúncio