Comerciante é condenado a 274 anos de prisão pelo estupro de 20 meninos

O homem oferecia dinheiro, bebida alcoólica e até doces em troca de relação sexual

Alagoas – Um comerciante foi condenado a 274 anos de prisão pelo estupro de 20 meninos em sentença publica nesta sexta-feira (24). O homem oferecia dinheiro, bebida alcoólica e até doces em troca de relação sexual.

blank

(Foto: Reprodução Pixabay)

A sentença foi deferida em Ouro Branco, no Sertão de Alagoas. De acordo com o Ministério Público de Alagoas (MP-AL), Os estupros aconteciam dentro da tabacaria do comerciante, e foram cometido nos últimos nove meses.

O comerciante foi preso em fevereiro deste ano. Com a decisão, ele permanece preso. Cabe recurso da decisão. Ainda segundo o MP-AL, as vítimas tinha entre 10 a 17 anos.

Além do estupro de vulnerável, o homem foi condenado por corrupção de menores, assédio sexual, e fornecimento de bebida alcoólica a menores. Ele perdeu a licença da tabacaria e terá que pagar R$ 5 mil de indenização a cada vítima.

O MP-AL indica que muitas das vítimas foram abusadas várias vezes. O comerciante tinha influência no local e usava para que as vítimas ficassem caladas. Ele oferecia entre R$ 100 e R$ 300 pelas relações sexuais.

Durante o julgamento, a defesa do acusado disse que o homem sofria de transtornos mentais. Mas, segundo o promotor, ao ser ouvido em audiência de instrução e julgamento, o comerciante afirmou não possuir deficiência física e nem mesmo deficiência mental.

Anúncio