De ex-BBB a cancelado: quem é o comentarista demitido após suposto gesto nazista

Adrilles Jorge ficou conhecido por participar do reality show e, nos últimos anos, ganhou espaço com declarações polêmicas

São Paulo – Adrilles Jorge, de 47 anos, foi cancelado nas redes sociais após ter feito uma suposta saudação nazista ao se despedir em uma transmissão ao vivo da Jovem Pan, nesta terça-feira (8). Diante da repercussão negativa, o comentarista foi demitido pela emissora.

(Foto: Reprodução)

No programa, o jornalista comentava a polêmica que envolve Monark, ex-apresentador do Flow Podcast, que sugeriu que o Brasil poderia ter um partido nazista legalizado. Ao encerrar a fala, o comunicador fez um gesto similar ao “Sieg Heil” — saudação nazista que, em alemão, significa “viva a vitória”.

“Eu fui demitido da Jovem Pan. Por dar um tchau deturpado por canceladores. Infelizmente, a pressão de uma turma canceladora e sua sanha de sangue surtiram efeito”, escreveu Adrilles. “Agradeço à Jovem Pan pela oportunidade e a todos os amigos que lá conquistei e que em mim confiam e apoiam.”

Adrilles ficou nacionalmente conhecido após participar do Big Brother Brasil 15 (TV Globo). Na edição, o escritor se mostrou cheio de manias. À época, o ex-participante chegou, inclusive, a fazer um poema para a sister Tamires. No entanto, a declaração de amor não foi correspondida.

Formado em jornalismo pela PUC-MG, ele já trabalhou como editor, produtor, redator, colunista e repórter. Entretanto, nos últimos anos tem ganhado destaque por causa de algumas declarações polêmicas. Ao longo da pandemia, ele foi criticado por minimizar a gravidade da crise sanitária.

Contratado inicialmente pela Jovem Pan para integrar o elenco do Morning Show, aos poucos o comentarista foi ganhando espaço e, à medida que as falas repercutiam, passou a fazer parte de outros programas da emissora de notícias.

Anúncio