Dentista é presa suspeita de deformar pacientes com cirurgias estéticas

Pelo menos 13 vítimas foram ouvidas pela Delegacia do Consumidor

Goiás – A dentista Hellen Kacia Matias da Silva foi presa, na terça-feira (30), suspeita de deformar pacientes após procedimentos estéticos que só podem ser feitos por cirurgiões plásticos. Pelo menos 13 vítimas foram ouvidas pela Delegacia do Consumidor.

(Foto: Reprodução / Redes Sociais)

A prisão aconteceu em Goiânia. De acordo com as investigações da Polícia Civil, a dentista usava as redes sociais para divulgar os serviços. Um de seus perfis no Instagram soma mais de 650 mil seguidores.

Os procedimentos estéticos feitos pela dentista são proibidos pelo Conselho Federal de Odontologia. São eles: alectomia (redução do nariz); retirada de pele excessiva dos olhos (blefaroplastia); lipo de papada (face lifting) e outros.

Além de realizar as cirurgias, a suspeita também divulgava nas suas redes sociais alguns cursos em que ela ensinava outros profissionais de saúde técnicas que só podem ser feitas por cirurgiões plásticos. A investigação teve início em setembro de 2023, após a Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (Decon).

blank

( Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Em novmbro de 2023, a PC apreendeu os celulares que a dentista usava para falar com clientes e descobriu mensagens de pacientes reclamando de inflamações, cicatrizes e assimetria nos resultados

Em nota, o Conselho Regional de Odontologia (CRO-GO) disse que “medidas administrativas pertinentes estão sendo tomadas, obedecendo o devido sigilo aplicável ao caso”. A defesa da dentista disse que só vai se pronunciar quando tiver acesso aos autos do inquérito policial.

 

Anúncio