DNA nas unhas de Lara deve apontar quem foi o assassino

Principal suspeito pelo crime, motorista do carro prata visto na região do desaparecimento é considerado foragido pela Justiça

São Paulo – O material de DNA encontrado nas unhas de Lara Maria Nascimento, encontrada morta em 19 de março, deve apontar quem foi o assassino da menina de 12 anos recém-completados nesse mês, segundo a Record TV.

Menina de 12 anos foi encontrada morta há cerca de duas semanas. (Foto: Reprodução / Record Tv)

Ela havia desaparecido no dia 16, e seu corpo foi achado três dias depois a cerca de 1,5 km da casa da família, em Campo Limpo Paulista (SP).

O resultado do laudo do IML (Instituto Médico-Legal) sobre a morte de Lara foi divulgado na terça-feira (29), e apontou que a garota sofreu pelo menos quatro golpes na cabeça, desferidos com instrumento similar a um martelo ou picareta.

Três lesões foram detectadas no lado esquerdo da cabeça, e outra no lado direito, que causou afundamento do crânio da menina.

O principal suspeito pelo crime é o motorista de um carro prata que apareceu na região onde a menina foi vista pela última vez, e nos arredores do local em que o corpo foi encontrado. Ele é considerado foragido da Justiça.

Já se sabe que o automóvel pertencia a uma mulher, e que o homem o higienizou antes da perícia. A proprietária do automóvel prestou depoimento à polícia e disse não conhecer o suspeito, mas os investigadores ainda apuram se os dois de fato não tinham qualquer relação.

Anúncio