‘Eternizei Henry na pele’, diz pai sobre tatuagem com rosto de menino

O engenheiro Leniel Borel, pai de Henry de 4 anos, morto em março, fez uma homenagem ao filho

Brasil – O engenheiro Leniel Borel, pai de Henry, de 4 anos, morto em março, fez uma homenagem ao filho. Ele tatuou o rosto de Henry no braço para eternizar a imagem do filho na pele.

A imagem em que ele aparece sorrindo foi tatuada em seu braço esquerdo, durante uma sessão de sete horas em um estúdio em São João de Meriti, na Baixada Fluminense.

A homenagem foi eternizada no braço do pai do menino Henry (Foto: Divulgação)

“Eternizei Henry na minha pele, em uma tatuagem linda”, contou Leniel, em entrevista.

Leia mais: Justiça aceita denúncia e torna Monique e Jairinho réus pelo assassinato de Henry Borel

Para Gustavo Tattoo, profissional com mais de 20 anos de experiência e especialista em reprodução de foto realista, com mais de mil imagens no currículo, esse, sem dúvida, foi o trabalho “mais difícil” de sua carreira.

“Como pai de três filhos, me emocionei muito ao ter conhecimento desse caso. Na semana passada, um seguidor me sugeriu de oferecer a tatuagem como presente para homenagear o Henry, marcando para sempre o filho no corpo dele. Durante a sessão, Leniel não parou de falar como o menino era lindo, se emocionando e me emocionando também”, contou o artista.

 

Anúncio