Ex-senador de Roraima é acusado de mandar matar a mãe da própria filha

A mulher foi morta com um tiro na cabeça; Polícia Civil de Roraima tenta localizar o ex-parlamentar

Roraima – O ex-senador Telmário Mota é alvo de uma operação da Polícia Civil de Roraima (PCRR), iniciada, nesta segunda-feira (30). Telmário é acusado de ser o mandante da morte de Antônia Araújo de Sousa, 52, mãe de uma das filhas dele.

(Foto: Reprodução/Senado Federal e arquivo pessoal)

De acordo com informações da polícia, a operação chamada de Caçada Real, que remete ao nome da fazenda de Mota, tem como alvo também o suposto executor do crime e um sobrinho do ex-senador. No ano passado, a filha de Telmário o acusou de estupro.

No dia 29 de setembro, Antônia foi executada com um tiro na cabeça no momento em que estava saindo de casa para ir trabalhar, por volta das 6h30, no bairro Senador Hélio Campos, em Boa Vista, capital de Roraima.

“A mulher saiu de sua casa quando foi abordada por um homem que perguntou o seu nome e, ao confirmar, ela foi atingida com um único tiro na cabeça. Desde o registro do crime, a Polícia Civil realiza diligências para esclarecer sua dinâmica, autoria e mandante”, disse a PCRR.

A fazenda do ex-senador é um dos locais onde os investigadores realizam diligências. A operação conta com o apoio da Polícia Militar e da Secretaria de Segurança Pública (SSP) do estado, além da Divisão de Inteligência Policial da Polícia Civil do Distrito Federal.

Anúncio