Fábrica que falsificava camisas da Seleção brasileira é interditada e dono preso

Na fábrica, os policiais apreenderam tecidos, camisas e máquinas de impressão

Rio de Janeiro – A Polícia Civil interditou, na última quinta-feira (15), uma fábrica clandestina que falsificava camisas da seleção brasileira em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. O dono do estabelecimento foi preso e vai responder por organização criminosa e pirataria.

(Foto: Reprodução / Record Tv)

No local, os policiais da Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM) apreenderam tecidos, camisas e máquinas de impressão.

Após uma perícia, todo o material apreendido será encaminhado a presídios, onde detentos vão trabalhar na descaracterização da marca. Depois, as camisas serão doadas a famílias carentes.

Anúncio