Faxineira agredida enquanto lavava a calçada vai à delegacia fazer representação criminal

Ela espera que o suspeito seja identificado e responda pela agressão

Belo Horizonte – Lenirge Alves de Lima, de 50 anos, a faxineira que foi vítima de uma agressão enquanto lavava uma calçada no bairro Lourdes, na região centro-sul de Belo Horizonte, foi até uma delegacia da Polícia Civil em Belo Horizonte para fazer a representação criminal. A profissional foi atacada, no horário de trabalho, por um homem que corria na rua.

(Foto: Reprodução Record TV)

Na tarde do último sábado (17), a funcionária procurou a delegacia para tentar fazer uma representação criminal contra o agressor, mas ela não conseguiu e foi orientada a voltar nesta segunda-feira (19). Na porta da delegacia, a vítima disse que ainda não consegue ver os registros das agressão, que foram filmados por câmeras de segurança.

“Eu nem to acompanhando as reportagens, estou sabendo pelas pessoas, porque eu não consigo ver ele me jogando no chão. É muito triste, muito doloroso. As pessoas estão me ligando chorando. Meus parentes, meus amigos estão chorando junto comigo. Ontem mesmo uma colega me ligou chorando, com dó de mim, sabendo que eu estava no meu local de serviço e um indivíduo daquele passa e faz aquilo comigo”, relatou.

A mulher registrou boletim de ocorrência na Polícia Militar e também já passou por exame de corpo de delito. Ela espera que o suspeito seja identificado e responda pela agressão.

“Queria perguntar para ele se ele tem mãe. Porque se ele tiver, para ele se colocar no lugar dela. Porque meu filho hoje está abalado, está sofrendo. Se fosse a mãe dele, será que ele estaria de braço cruzado? Então, eu gostaria de saber como está a consciência dele, se ele se arrependeu, o motivo dele ter feito isso, se ele vai pedir desculpa, como ele ta reagindo com tudo isso”, disse.

A Polícia Civil informou que procedimento investigativo será instaurado para apuração devida dos fatos e responsabilização do autor.

Anúncio