Garota de programa é presa suspeita de estuprar empresário

A vítima relatou que foi até o apartamento da mulher para conversar sobre relecionamento. Ao chegar no local, a garota de programa teria servido uma bebida adulterada

Rio de Janeiro – Uma garota de programa, identificada como Lidia Nayara de Azevedo, de 38 anos, foi presa em Copacabana, no Rio de Janeiro, sob a acusação de estuprar um empresário de 29 anos. O homem, que prefere não se identificar, é ex-namorado dela e afirma ter sido dopado e abusado sexualmente de várias formas pela ex-companheira.

Garota de programa é presa suspeita de estuprar empresário. (Foto: Reprodução)

De acordo com a polícia do Rio, a vítima relatou que foi até o apartamento da ex para conversar sobre uma possível reconciliação. Ao chegar no local, Lidia teria servido uma bebida adulterada, o que acabou fazendo com que ele dormisse por 24h seguidas e só acordasse após várias ligações insistentes de sua mãe.

De acordo com o jornal Extra, o homem explica que a garota de programa gravou e filmou a sessão de estupro. Nas fotos e vídeos, que ela enviou para a ex-sogra e postou em redes sociais, Lídia aparece no momento em que insere os dedos e vibradores do ânus do empresário. Em depoimento, ele afirmou que se sente humilhado com toda a situação.

Felipe Santoro, delegado titular da 13ª DP, disse que a mulher foi presa temporariamente pelo crime de estupro. Lidia foi levada para o sistema prisional.

Anúncio