Gerente oferece ração às funcionárias para comemorar Dia da Mulher

Homem foi demitido por justa causa; as vítimas compreenderam o ato como insinuação que fossem ‘cadelas’

São Paulo – Um representante comercial, que ocupava a função de gerente, foi demitido por justa causa após oferecer ração para pelo menos quatro funcionárias em comemoração pelo Dia Internacional das Mulheres. O homem entrou com um processo na Justiça do Trabalho, para reverter a demissão por justa causa, no entanto, a empresa apresentou um vídeo em que ele aparece entrando no local com um pacote de ração para cachorro.

(Foto ilustrativa: Reprodução Freepik)

Segundo informações, o ex-gerente entrou com uma ação pedindo o reconhecimento de vínculo empregatício, já que seu contrato era de pessoa jurídica. E isso ele conseguiu, no período de agosto de 2020 a fevereiro de 2021. Porém tentou reverter a demissão por justa causa, mas o Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região (TRT-PR) não concedeu o pedido.

“Há a necessidade urgente de se enfrentar hierarquias estruturais que, costumeiramente, destinam à figura feminina um papel marginalizado na sociedade em geral e no próprio ambiente laboral. Tudo isso é reflexo do machismo estrutural. O preconceito contra as mulheres é a causa de atos e condutas discriminatórias de gênero, como a praticada pelo reclamante”, declarou o relator em sua decisão.

Uma testemunha confirmou que o ex-gerente ofereceu o pacote de ração como presente pelo Dia Internacional das Mulheres para um grupo de pelo menos 4 funcionárias.

“As vítimas compreenderam o ato como insinuação que fossem ‘cadelas’”, consta na decisão de 1º Grau.

Anúncio