Jovem esquartejado pelo ‘tribunal do crime’ tinha epilepsia e era obreiro de igreja

O corpo da vítima foi enterrado sob forte emoção da família que relatou sobre o uso de medicamentos controlados

Salvador – O corpo de Tiago Tavares dos Santos foi enterrado no sábado (18) após ele ter sido encontrado esquartejado, dentro de um saco, na Estrada Velha do Aeroporto, em Salvador. A família do jovem revelou que ele era obreiro de uma igreja evangélica e fazia tratamento por conta de ter epilepsia.

(Foto: Reprodução)

De acordo com as informações iniciais, Tiago teve um surto psicótico e desapareceu de casa na última quarta-feira (15). A família indica que o jovem entrou por engano em uma região onde foi sequestrado por traficantes de um “tribunal do crime”.

Um vídeo nas redes sociais mostrou o momento quando Tiago foi interrogado pelos criminosos e, segundo a família, é possível notar a diferença no comportamento dele já que ele estava em crise naquele momento.

A Polícia Militar encontrou as partes do corpo do jovem dentro de um saco perto da estrada do aeroporto. Tiago foi enterrado sob forte emoção.

A família contou que ele gostava de jogar futebol com amigos e tinha o sonho de cursar Tecnologia da Informação (TI), em uma faculdade. A mãe contou que ele não tinha envolvido com criminalidade e era um menino bom. “Fizeram uma atrocidade com um menino inocente”, disse.

O pai do jovem também contou que por conta da epilepsia o filho tinha algumas crises, mas que a família controlava com a ajuda dos remédios.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) informou que determinou prioridade na investigação com os objetivos de encontrar e prender os envolvidos neste crime.

Anúncio