Jovem internada há 5 meses por cheirar pimenta tem melhora clínica

Thais cozinhava com o namorado; o aroma da pimenta fez com que ela perdesse os sentidos

Goiás – A trancista Thais Medeiros, internada há cinco meses após ter tido uma reação alérgica ao cheirar pimenta, teve uma melhora clínica e deve receber alta em breve, conforme informou a mãe dela, Adriana Medeiros, ao R7.

(Foto: Reprodução Redes Sociais)

Apesar da melhora clínica, a jovem teve pouca evolução neurológica, mas Adriana tem esperança de que estar em um ambiente familiar possa ajudar a filha na recuperação.

A família da jovem já preparou uma ‘mini’ Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no quarto dela. O pai fez um vídeo em que mostra uma maca com alguns utensílios em cima e diz que só faltava colocar o respirador.

“Dá um pouco de medo de cuidar dela em casa, mas é um novo período que precisamos passar”, disse a mãe.

Reação alérgica

A trancista apresentou uma reação alérgica após ter sentido o aroma de pimenta-bode enquanto cozinhava com o namorado, Matheus Lopes, em Goiás, no dia 17 de fevereiro.

A jovem tem duas filhas, de 8 e 6 anos. Apesar de Thais não conseguir responder, a mãe gravou um vídeo dela ao receber a notícia de que as crianças poderiam visitá-la. Ela parece se emocionar

Segundo especialistas, a alergia a pimenta é rara e, quando há essa intolerância, como a de Thais, ocorre uma resposta com a produção de anticorpos contra a proteína do alimento (chamado de IgE), o que gera um processo inflamatório.

Leia também:

Anúncio