Justiça condena a 20 anos homem que abusou e matou garoto

Menino de 10 anos foi asfixiado com lençol e fio de cobre em 2013, em Ribeirão das Neves; corpo foi encontrado após 5 dias de buscas

Belo Horizonte  – A Justiça condenou a 20 anos de prisão o homem acusado de abusar sexualmente e matar um menino de 10 anos. O crime ocorreu há oito anos, no bairro Santa Marta, em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Garoto saiu de casa de bicicleta e foi morto
REPRODUÇÃO / RECORD TV MINAS

Alandelon Cardoso da Silva saiu de casa no dia 13 de julho de 2013 para dar uma volta de bicicleta, mas desapareceu. Ele só foi encontrado cinco dias depois, após o morador de um condomínio no bairro acionar a Polícia Militar para relatar mal cheiro no prédio. O corpo foi encontrado em estado de decomposição em um apartamento que, segundo vizinhos, era usado por traficantes de drogas.

Segundo a Polícia Civil, o responsável pela morte seria Ralyton Costa Gomes, que teria violentado sexualmente a criança e, na sequência, asfixiado a vítima com um lençol e um fio de cobre. Gomes já havia sido detido várias vezes por diversos crimes diferentes.

No julgamento, realizado nesta terça-feira (19) em Ribeirão das Neves, Ralyton Gomes foi condenado a 20 anos de prisão por homicídio qualificado por motivo torpe, recurso que dificultou a defesa da vítima, vítima menor de idade, consequência grave e reincidência. A pena deve ser cumprida, inicialmente, em regime fechado.

Anúncio