‘Lázaro descarregou a pistola contra os policiais’, diz secretário de Goiás

Lázaro estava com R$ 4,4 mil no bolso, “indicativo que ele queria sair do Estado ou até do País”

GoiásAntes de ser morto pela coalizão formada para capturá-lo, Lázaro Barbosa de Sousa, 32, “descarregou a pistola contra os policiais” nesta segunda-feira (28). A informação foi dada pelo secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda (foto em destaque). De acordo com o chefe da pasta goiana, Lázaro portava uma pistola .380. “Não tivemos outra alternativa, senão reagir”, informou.

‘Lázaro descarregou a pistola contra os policiais’, diz secretário de Goiás. (Foto: Reprodução/Hugo Barreto/Metrópoles)

Suspeito de matar uma família no Distrito Federal e balear outras cinco pessoas numa série de assaltos em chácaras na capital do país e em Goiás, Lázaro foi morto durante confronto com forças policiais em uma mata nas imediações da casa da ex-sogra, em Águas Lindas (GO).

Ainda de acordo com Rodney Miranda, Lázaro estava com R$ 4,4 mil no bolso, “indicativo que ele queria sair do Estado ou até do País”.

Mais cedo, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, fez o anúncio em suas redes sociais de que o serial killer teria sido preso. Instantes depois, agentes que trabalham na captura confirmaram que o psicopata estaria morto. O corpo foi levado para o Hospital Bom Jesus, no município goiano.

Após o confronto no matagal, Lázaro ainda chegou a ser socorrido e levado a uma viatura do Corpo de Bombeiros, mas não resistiu, como informou o Metrópoles.

Anúncio