Menino de 10 anos morre com tiro acidental ao brincar com arma

O menino estava em uma confraternização em um sítio quando encontrou a arma em cima de um guarda-roupa

Belo Horizonte – Gabriel Gustavo de Souza Mota, 10, morreu, no último sábado (22), após ser atingido por um tiro acidental enquanto brincava com uma revólver quando disparou contr si mesmo. De acordo com a Record TV Minas, o caso aconteceu em um sítio de Juatuba, na região metropolitana de Belo Horizonte.

(Foto: Reprodução – Record TV Minas)

De acordo com o boletim de ocorrência e a Polícia Militar, a vítima estava em uma confraternização no sítio e os adultos estavam do lado de fora da casa quando um tiro, seguido de gritos de socorro. Em seguida, Gabriel foi encontrado no quarto. Ele estava baleado com um ferimento na cabeça.

Ainda segundo a PM, a pistola pertence ao tio do menino, que é policial. O agente contou que quando chegou ao sítio, ele guardou a arma no quarto em cima do guarda-roupa, em um local de difícil acesso, travada e dentro do coldre. A família relatou que Gabriel estava no quarto brincando com uma prima de 11 anos.

A menina disse aos militares que a vítima pegou um banco e teve acesso à arma que estava na parte superior do guarda-roupa. Gabriel estava brincando com o revólver quando ele disparou contra si mesmo. O menino foi socorrido, mas não resistiu e morreu.

Gabriel Gustavo foi enterrado no domingo (23).  A Escola Municipal Etelvina de Oliveira Guimarães, onde o menino estudava, suspendeu as aulas nesta segunda-feira (24). A PM também disse nesta segunda-feira (24) quee trata-se de “crime comum que será investigado pela Polícia Judiciária” e um procedimento interno de apuração será instaurado.

Anúncio