Mulher denuncia banheiros multigênero em rede de fast-food e caso viraliza; veja vídeo

Caso aconteceu em Bauru, São Paulo. Após repercussão, estabelecimento foi notificado pela prefeitura

Bauru – Circula nas redes sociais O vídeo de uma mulher insatisfeita com banheiros ‘multigêneros’ dentro de um restaurante de uma rede de Fast-food. O vídeo foi registrado dentro do estabelecimento situado na avenida Nações Unidas, na cidade de Bauru, estado de São Paulo.

Com o celular, a mulher registra as placas das portas dos banheiros do estabelecimento, que indicam o uso permitido a pessoas de todos os gêneros. Revoltada, a mulher ainda chama a rede de fast-food de ‘comunista’ e afirma que não quer usar usar o mesmo banheiro “que todo mundo usa”.

A mulher que não se identifica no vídeo, esbraveja “Tem que fechar essa imundice. Eles estão fazendo isso em todas as cidades. Mas na minha cidade eu não vou permitir”, reclama, chamando a rede de lanchonetes americana de “comunista”.

Após o vídeo viralizar nas redes sociais, a prefeitura da cidade de Bauru autuou a lanchonete. O local foi visitado pela Vigilância Sanitária que constatou que os sanitários multigênero não respeitam o artigo 96 do Código Sanitário municipal de “serem separados e identificados para cada sexo”. Em nota, a prefeitura de Bauru informou que a rede de fast-food tem até 15 dias para recorrer e apresentar justificativa.

A prefeita da cidade Suéllen Rosim (Patriota) se manifestou pelo Twitter e afirmou que providências foram tomadas.

 

A assessoria do McDonald’s informou que é compromisso da empresa promover ambientes inclusivos e por isso “adotou cabines individuais e de uso independentes para que todas as pessoas se sintam bem-vindas e possam utilizá-las com conforto e privacidade”.

A rede de restaurantes também salientou que “está em contato com as autoridades locais para manter suas unidades de acordo com as orientações determinadas por elas”, diz a nota.

Veja o vídeo:

Anúncio